sábado 24 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

GCM captura dois foragidos durante patrulhamento

Casos aconteceram no Parque Cerejeira e Jardim Dora. Ambos os bairros estão localizados no distrito de Palmeiras

27 janeiro 2023 - 14h00Por de Suzano

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano capturou, em quatro dias, dois homens que estavam sendo procurados pela Justiça em razão de condenação ou fuga do sistema prisional. O primeiro caso ocorreu na quinta-feira da semana passada (19/01), no Parque Cerejeira, por sua vez, a outra captura foi no Jardim Dora, na última segunda-feira (23/01). Ambos os bairros estão localizados no distrito de Palmeiras.

O indivíduo encontrado no Parque Cerejeiras foi identificado pelos agentes da Ronda Ostensiva Motorizada (Romo) e pelo Grupamento de Patrulha Ambiental (GPA), que promoviam rondas na região, após observarem seis pessoas em atitude suspeita na mata. Os GCMs se aproximaram para averiguar a situação e verificar a possível ocorrência de tráfico de drogas e porte de armas, o que não foi confirmado depois da revista pessoal.

Entretanto, ao perceberem um dos integrantes apresentando nervosismo, as equipes buscaram levantar a situação de cada um junto ao sistema eletrônico de dados do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Neste momento, a ficha criminal justamente do homem que estava mais tenso foi descoberta e os GCMs receberam a informação de que o suspeito, na verdade, se tratava de um criminoso condenado pela Justiça por roubo e que estava foragido há 14 anos.

No caso mais recente, no Jardim Dora, um homem foi abordado após manifestar atitude suspeita quando uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) se aproximava dele, na rua Ortêncio Ribeiro da Cruz, durante patrulhamento de rotina no bairro. Ele mudou de direção repentinamente, o que motivou os agentes a realizar a abordagem.

Após consulta dos dados pelo sistema eletrônico, foi verificado que ele estava foragido do sistema prisional de Mongaguá desde 2019, quando deixou o local em razão do benefício de saída temporária de Dia dos Pais e não retornou.

O registro do histórico do capturado revelou se tratar de um criminoso de alta periculosidade uma vez que ele possuía passagens por corrupção de menores, estupro, furto, roubo, ameaça, porte ilegal de armas, homicídio, ocultação de cadáver, desacato, resistência e lesão corporal.

Segundo o secretário de Segurança Cidadã, Afrânio Evaristo da Silva, as duas ocorrências revelam a tenacidade dos agentes, que trabalharam com inteligência e perspicácia para capturar os foragidos. “Nossa GCM obteve êxito nessas duas ações porque houve preparo, pesquisa e ação”, apontou o secretário.