sexta 14 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Golpista fez mais de 40 vítimas na região, estima polícia; prejuízo pode chegar a R$ 1 mi

Na lista das vítimas do golpista está um deputado federal e dois vereadores da região

21 março 2019 - 15h49Por Marcus Pontes - de Mogi

Considerado um dos maiores estelionatários da Grande São Paulo e de ter aplicado mais de 40 golpes no Alto Tietê, um homem, de 35 anos, foi preso por investigadores do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Mogi das Cruzes. A ação foi realizada nesta quinta-feira (21) em Jundiaí, interior de São Paulo. De acordo com o delegado Eduardo Boigues, responsável pela operação, o lucro conquistado pelo golpista pode chegar a mais de R$ 1 milhão.

Para se ter ideia, o golpista é um velho conhecido da polícia. Ele estava foragido desde de 2016, depois de ser condenado por apropriação indébita e estelionato. Ele chegou a ficar um dia preso, contudo, foi liberado. O crime pelo qual o estelionatário ficou famoso ocorreu em meados de 2014 e 2015.

"Na época, ele se apresentou como intermediário na aquisição de apartamentos do programa Minha Casa, Minha Vida. Dizia que tinha cotas oferecidas pelo banco a políticos. Baseado a isto, o suspeito disse que incluiria o nome de famílias, que pagaram valores de R$ 2,5 mil a R$ 3 mil", explicou Boigues, que complementou dizendo que, ao todo, 287 famílias foram lesadas em Santo André, no ABC Paulista. 

Levantamento prévio da polícia aponta que o golpista tenha feito mais de 300 vítimas. No Alto Tietê, o balanço mostra cerca de 40 pessoas lesadas. "Continuaremos levantando informações, pois, a suspeita é, de fato, que o número seja muito maior", frisou Boigues. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também