sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Tráfico de drogas

Investigação da Dise termina com 2 presos e apreensão de drogas e arma em Mogi

Investigadores apreenderam 578 papelotes de cocaína, um revólver calibre 38 e R$ 30

20 julho 2017 - 17h05Por Marcus Pontes - de Mogi
Uma investigação da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise) resultou na prisão de dois suspeitos de tráfico em Mogi das Cruzes. Ao todo, os investigadores conseguiram apreender 578 pequenos sacos plásticos contendo cocaína, R$ 30, um revólver calibre 38, além de rádios comunicadores.
 
As prisões aconteceram na quarta-feira (19). A princípio, os investigadores iniciaram uma investigação com base em informações em que traficantes agiam livremente na Vila Natal. Em pouco mais de dois meses, eles também descobriram os responsáveis pelo abastecimento e a venda no bairro.
 
Diante da confirmação, os policiais foram a Rua Manoel Inácio Silva Alvarenga. Um traficante, de 18 anos, foi surpreendido vendendo entorpecentes. Com ele, a polícia localizou 21 saquinhos de cocaína e R$ 30. 
Apesar da prisão, os policiais continuaram a procurar o responsável por abastecer o ponto de venda de drogas da Vila Natal. As investigações apontaram ao endereço onde o suspeito morava. Investigadores foram à Rua Anita Costa Leite, no Mogi Moderno, e o encontraram. 
 
Durante a abordagem, os policiais encontraram um revólver calibre 38 e seis munições. Questionado, o suspeito, de 22 anos, admitiu abastecer o ponto de venda, inclusive admitindo manter mais drogas na residência em que morava. Nesta segunda apreensão, a polícia localizou 557 saquinhos contendo cocaína.
 
Segundo o investigador Ferrari, o suspeito se intitulou como membro de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios do Estado. Disse também que o homem tem diversas passagens na Justiça. 
 
As investigações foram coordenadas pelos investigadores Marcos Rebert, Kleber Messias, Paulo Ferrari e Romualdo Ferrari. 

Deixe seu Comentário

Leia Também