segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Investigação

Irmãos são procurados por homicídio e tentativa de assassinato em Itaquá

Crimes aconteceram em janeiro deste ano. Eletricista morreu e irmão continua internado em estado grave. Justiça decretou prisão preventiva de suspeitos

07 agosto 2017 - 16h03Por Marcus Pontes - De Itaquá

O Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes busca informações sobre o paradeiro dos irmãos suspeitos de esfaquear e atirar no eletricista Marcos Roberto Tinoco, de 33 anos. O irmão da vítima também foi atacado, e permanece internado em estado grave. A morte violenta e a tentativa de homicídio aconteceram em janeiro deste ano, na Rua Socorro, na Vila Dolores, em Itaquaquecetuba. Segundo o delegado, Rubens Ângelo, a prisão preventiva da dupla foi decretada pela Justiça.

Em entrevista ao DS, o delegado frisou que não há detalhes que levem ao verdadeiro motivo do crime. Isto porque o sobrevivente do ataque está hospitalizado em estado grave há sete meses. Mesmo diante disto, a vítima está com muitas sequelas.

Rubens contou que a investigação apenas confirmou uma desavença entre ambas as famílias. “No dia do crime, as vítimas começaram a balançar o portão da casa. Os suspeitos saíram e começaram a esfaqueá-los e atirar contra eles”.

Desde o crime, os irmãos estão foragidos. Assim, o delegado pede que a população possa denunciá-los, já que poderão cometer outros crimes na região. “Já é visível que são de alta periculosidade. Então, a gente pede que as pessoas que souberam e algo, possam denunciá-los. Somente assim poderemos tirá-los das ruas e evitar outro crime violento na nossa região”, enfatizou.

Ainda segundo o delegado, a prisão preventiva dos indiciados foi aceita e decretada pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Itaquaquecetuba. “Apesar de termos pego o inquérito agora, o mérito de solucionar o crime também é da equipe dos delegados Eliardo e Eduardo Boigues”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também