segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Marido bêbado agride esposa com mordidas

Caso terminou com a prisão preventiva do agressor, segundo a polícia

21 outubro 2017 - 15h54Por Marília Campos - De Suzano
Um vendedor alcoolizado, de 28 anos, agrediu a esposa e o filho em Suzano. A mulher, de 24 anos, recebeu mordidas no braço e apresentou hematomas no pescoço enquanto o menino de um ano foi encontrado com um hematoma no rosto. O caso, ocorrido na manhã deste sábado (21), terminou com a prisão preventiva do agressor. Além disso, a perícia técnica também foi designada para verificar os estragos dentro da residência.
 
A ocorrência foi atendida pela equipe do sargento Paulo Paiva, Soldado Everton e o aluno-sargento Reginaldo, momentos depois de receber o chamado pelo Centro de Operação da Polícia Militar (Copom), por volta das 8 horas. No local, a mãe e o bebê foram localizados e direcionados ao Pronto-Socorro (PS) Municipal, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O agressor estava trancado dentro do banheiro da casa. Ao arrombar a portal do cômodo, os policiais se depararam com o homem no chão, deitado próximo a uma faca. 
 
Ao perceber a presença dos agentes, o vendedor rapidamente levantou e se entregou. Não houve resistência e a faca também não foi usada contra os indivíduos. De acordo com o sargento Paiva, uma crise de ciúmes teria gerado uma discussão entre o casal. A embriaguez levou o homem à agressão. Contudo, o agente destacou que a vítima relatou episódios de violência e ameaças ocorridos anteriormente. Esta foi a primeira vez que a dona de casa acionou a polícia. 
 
Além de quebrar toda casa, a mulher ainda teria narrado a tentativa do marido em atear fogo ao imóvel, o que deverá ser constatado mediante a perícia técnica do local. O serviço foi solicitado pela delegada plantonista que atendeu o caso. A equipe da Polícia Militar (PM) deu voz de prisão imediata ao agressor, que será mantido em reclusão preventiva e enquadrado na Lei Maria da Penha. 

Deixe seu Comentário

Leia Também