domingo 26 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Patrulha Maria da Penha prende agressores por desrespeito a medidas protetivas

Em um dos casos, suspeito também cometeu os crimes de lesão corporal e ameaça

03 maio 2024 - 19h00Por De Suzano

A Patrulha Maria da Penha da Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano prendeu dois indivíduos por violação de medidas protetivas nas últimas sexta e quarta-feira (26/04 e 01/05). Os casos foram encaminhados para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e para a Delegacia Central de Polícia, respectivamente.

A primeira ocorrência foi atendida às 11h30 quando a patrulha foi acionada via rádio para atender um caso de violência doméstica na estrada dos Fernandes, no bairro Jardim Casa Branca. Ao chegar no endereço, a solicitante estava do lado de fora da residência e informou que o agressor é seu ex-companheiro. Ela mostrou à equipe os hematomas resultados de uma agressão com pedaço de madeira e ainda relatou que ela e o agressor dividem o mesmo quintal, mas de acordo com determinação judicial, o suspeito é obrigado a manter dez metros de distância dela, medida que, segundo ela, não vem sendo respeitada. 

O agressor foi encontrado no local e disse ter ciência da medida protetiva, mas alegou apenas ter discutido com a ex-companheira. Ambos foram levados à DDM, onde o homem foi preso em flagrante. A mulher e sua filha menor de idade foram encaminhadas ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para receber o suporte necessário.

No segundo caso, às 11h40, a GCM foi acionada por meio de um aplicativo de acompanhamento e proteção à vítima para investigar um caso de violação de medida protetiva na estrada Sueo Haguihara, no Jardim Caxangá. No local, a equipe entrou em contato com a vítima, que relatou estar trancada em sua residência com sua filha devido ao comportamento agressivo e alterado de seu ex-companheiro. A vítima também informou que já havia registrado um boletim de ocorrência devido ao descumprimento da medida, pois o homem se recusava a sair da propriedade, a qual ele havia entrado por meio de invasão. 

Com base nas descrições fornecidas, foi possível identificar e localizar o suspeito nas proximidades da residência da solicitante. Diante da situação, tanto a vítima quanto o suspeito foram conduzidos à Delegacia Central, onde foi verificado que havia um mandado de prisão contra o homem, devido ao descumprimento da medida protetiva, expedido em abril.

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Afrânio Evaristo da Silva, elogiou os esforços que resultaram na prisão dos dois indivíduos. “Nossos guardas foram informados sobre os casos e agiram rapidamente para verificar a situação. Em poucos minutos, localizaram os suspeitos e, na delegacia, a voz de prisão contra os agressores foi ratificada. Estamos comprometidos em garantir a segurança da população e esses foram mais dois casos em que agimos com celeridade para resolver a violação das medidas protetivas”, afirmou o chefe da pasta.