sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Transpetro e GCM encontram túnel usado para furtar combustível

Local foi descoberto na manhã de segunda-feira (11). Funcionários da Transpetro acionaram a GCM

13 setembro 2017 - 09h25Por Marcus Pontes - de Itaquá

A Transpetro e a Guarda Civil Municipal de Itaquaquecetuba encontraram mais um local usado para furtar combustível de um oleoduto. Desta vez, a quadrilha usava uma casa situada na Estrada Pinheirinho Velho, no Parque Residencial Souza Campos. A Polícia Federal vai assumir as investigações para identificar os suspeitos. A informação sobre o caso foi divulgada nesta quarta-feira (13).

O local foi descoberto na manhã de segunda-feira (11). Funcionários da Transpetro acionaram a GCM. A suspeita era de que um novo imóvel estivesse sendo usado para furtar combustível de um oleoduto. A área foi isolada por causa do risco de haver uma explosão, em razão da quantia de combustível despejado no chão.

Segundo a GCM, a ocasião de isolamento acabou alertando duas pessoas que estavam dentro da casa. A dupla teria conseguido fugir pelos fundos do imóvel.

Recorrente

O caso mais recente de furto de combustível fica a aproximadamente quatro quilômetros de distância de onde, no dia 9 de agosto, um galpão usado para a mesma prática foi localizado. À época, a Polícia Civil teria disse que a estrutura montada pela quadrilha era, segundo eles, de primeira qualidade. Isso, porque as estacas de madeira firmando o túnel, bem como o diâmetro para que os suspeitos pudessem transitar pelo local eram bem executados.

Quando fora descoberto este imóvel, a Transpetro informou que estava colaborando com as autoridades competentes. Ressaltou que preza pela segurança das pessoas, do meio ambiente e de suas operações. Além disso, a empresa petrolífera destacou que qualquer suspeita de furto pode ser passada ao canal de comunicação (168), além de moradores vizinhos às instalações poderem contribuir enviando sugestões. 

Deixe seu Comentário

Leia Também