segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

731 casos de tráfico são registrados em seis meses na região, aponta SSP

Mogi das Cruzes é a responsável pelo maior número de ocorrências, com 303 neste ano. No ano passado, foram 208 casos computados no município mogiano

15 agosto 2017 - 15h56Por Marcus Pontes - da Região

O Alto Tietê registrou 731 ocorrências de tráfico de drogas no primeiro semestre deste ano. O número é 19% maior que o computado no mesmo período do ano passado, onde a região registrou 614 ocorrências. Apesar do aumento nos casos, a quantidade de drogas apreendida não foi divulgada. As informações são da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Das dez cidades da região, a que registrou maior aumento foi Mogi das Cruzes. De janeiro a junho deste ano, a cidade mogiana computou 303 casos. Em 2016, foram 208 ocorrências, um aumento de 45,67%.

Em Poá os casos também aumentaram, computando 27 casos neste ano contra 15 do ano passado. Seguindo este número está Ferraz de Vasconcelos. O município computou 44 casos de tráfico no primeiro semestre de 2016, enquanto este ano já foram 54.

Itaquaquecetuba manteve números próximos ao do que foi computado no primeiro semestre de 2016, que registrou 169 casos de tráfico de drogas. De janeiro a junho deste ano foram 173 ocorrências.

O único município a registrar redução de ocorrências foi Suzano. No primeiro semestre do ano passado, foram 113 casos envolvendo entorpecentes. Em 2017, a cidade teve uma redução de 32,74%, passando de 113 para 76.

Demais cidades

Dentre as cidades com menores registros de tráfico de drogas, Arujá é líder nas ocorrências computadas. Foram 49 casos no primeiro semestre deste ano, enquanto no ano passado foram 24.

A cidade de Santa Isabel teve 20 crimes envolvendo entorpecentes. No ano passado, o município computou 19 ocorrências.

Biritiba Mirim registrou, até o momento, 18 ocorrências contra 12 em 2016. Salesópolis também teve aumento, passando de dois casos para quatro no primeiro semestre deste ano.

Guararema registrou queda, indo de oito casos, em 2016, para sete neste ano. 

Deixe seu Comentário

Leia Também