Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 22 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/08/2019
PMMC - TRATA BRASIL
Região

Mogi: vacina contra o sarampo está disponível em todas as unidades de saúde

Cidade recebeu a confirmação de dois casos da doença

Por de Mogi23 JUL 2019 - 12h04
Mogi: vacina contra o sarampo está disponível em todas as unidades de saúdeFoto: PMMC/Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde reitera a importância da vacinação contra o sarampo, que pode ser realizada em qualquer Posto de Saúde de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30. Nesta semana, Mogi das Cruzes recebeu a confirmação de dois casos da doença: um estudante de 8 anos, morador no bairro do Botujuru, e uma médica de 29 anos, que reside no Mogilar, mas trabalha na Capital. Os dois pacientes estão bem. 

A vacina tríplice viral está prevista no Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, é aplicada aos 12 meses de idade, com reforço aos 15 meses, e oferece imunização contra sarampo, rubéola e caxumba. Crianças, adolescentes e jovens adultos com idade entre 1 e 29 anos devem ter duas doses da vacina. Quem tem entre 30 e 59 anos precisa ter, pelo menos, uma dose comprovada.

“Estamos orientando que toda a população verifique sua situação vacinal contra o sarampo e, em caso de dúvida, procure uma sala de vacinação. O sarampo é uma doença altamente contagiosa e a vacina é fundamental para garantir a proteção necessária. Quem não tiver caderneta de vacinação deve ser imunizado”, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra.

Pessoas com idade entre 15 e 29 anos estão no grupo prioritário para imunização por estarem na faixa etária considerada mais vulnerável à infecção, situação causada pela baixa procura da segunda dose ao longo dos anos.

O sarampo é uma doença infecciosa, transmissível e extremamente contagiosa, podendo se tornar grave especialmente em crianças e adultos jovens. O município de São Paulo enfrenta um surto da doença e a proximidade com a Capital coloca Mogi das Cruzes em estado de vigilância permanente.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, por meio de secreções respiratórias, e os principais sintomas são febre alta (acima de 38,5º) e manchas vermelhas pelo corpo (com início na face e atrás das orelhas), acompanhadas de sintomas respiratórios, como tosse ou coriza, ou conjuntivite.

A forma mais eficaz de prevenir o sarampo é a vacina, mas a dose é contraindicada para gestantes e imunodeprimidos, como pessoas submetidas a tratamento de leucemia e pacientes oncológicos. Em caso de dúvida, procure uma unidade de saúde.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias