quarta 19 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Saúde

Alto Tietê entra em alerta após confirmar três casos de sarampo

Região teve um caso em Suzano e dois importados em Itaquá. Estudante de Mogi também contraiu a doença

17 julho 2019 - 23h58Por Daniel Marques - de Suzano
O Alto Tietê registrou três casos de sarampo no ano de 2019. Dos registros, dois foram importados (pessoas que contraíram a doença em outras localidades e foram registradas em algum dos municípios da região) e um foi confirmado aqui. As informações são das Prefeituras das 10 cidades.
 
O único caso "doméstico" da doença foi registrado no Distrito de Palmeiras, em Suzano, em uma criança de 7 meses. Esse é o primeiro registro de sarampo na cidade nos últimos 12 anos. A Prefeitura afirma que a Vigilância Epidemiológica da cidade já realizou todas as medidas para bloqueio junto a parentes e vizinhos da criança.
Itaquaquecetuba computou dois casos, em uma menina de 5 anos e em uma mulher de 37 anos. No entanto, são casos importados da doença. A Vigilância Epidemiológica de Itaquá járealizou ações de bloqueio em todos os locais em que as duas pessoas estiveram durante o período de transmissão.
 
Uma moradora de Guarulhos contraiu a doença. Ela estuda em Mogi das Cruzes e, por isso, o Estado notificou a cidade, para que adote medidas preventivas de orientação para vacinação.
 
Ferraz de Vasconcelos, Poá e Santa Isabel não obtiveram casos confirmados da doença. Porém, três situações foram consideradas suspeitas, sendo uma em cada cidade, mas foram descartadas em seguida. Um caso em Ferraz está aguardando resultado de exames.
 
Arujá, Biritiba Mirim, Guararema e Salesópolis não computaram casos de sarampo em 2019.
 
Ações
 
As cidades de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes, Salesópolis e Suzano informaram, por meio de nota, que contam com doses da vacina nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).
 
A Prefeitura de Itaquá afirma que segue as orientações do Estado com relação aos casos. Santa Isabel e Biritiba realizam campanhas de vacinação de acordo com o que define a Secretaria Estadual de Saúde. Já a cidade de Guararema informa que realiza orientações nas Unidades de Saúde, redes sociais e no site da Prefeitura.
Na nota, a cidade de Poá não citou se realiza ações ou se tem vacinas disponíveis para a população.