quarta 21 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Estratégias de desenvolvimento sustentável avançam

Trabalho multidisciplinar busca uma cidade cada dia mais gentil e humana

30 março 2023 - 09h00Por de Suzano
Suzano celebra neste 2 de abril 74 anos de emancipação político-administrativa com uma nova perspectiva para o futuro. O município se prepara para o amanhã atuando de maneira séria e comprometida com as gerações futuras, por meio de um trabalho multidisciplinar que visa o desenvolvimento sustentável para uma cidade cada dia mais gentil e humana.
 
Pautada pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), Suzano desenvolve ações estratégicas voltadas à erradicação da pobreza, proteção ambiental, bem como à promoção da igualdade de gênero e da cultura de paz.
 
Em atendimento ao combate à fome, o município fortalece as ações da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, contando ainda com o auxílio do Fundo Social de Solidariedade e do Banco de Alimentos, gerido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego, também responsável pelo "Suzano Mais Emprego" e outras ações de incentivo ao empreendedorismo e à empregabilidade.
 
Quanto ao Bem-Estar dos moradores, a Secretaria Municipal de Saúde segue ampliando a atuação junto à comunidade por meio da rede de Atenção à Saúde, além de apostar em investimentos inéditos, como a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas André de Abreu, no Jardim Revista, a primeira do município. A entrega, realizada em 18 de março, marca uma nova era na Saúde suzanense.
 
Em relação à educação de qualidade, Suzano também tem se destacado com ações que são referência em todo o Alto Tietê. O município tratou de ampliar a parceria com a Fundação Itaú Social e com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para a oferta de bolsas de pós-graduação e MBA aos colaboradores da pasta.
 
A cidade também instituiu a “Avaliação Municipal Digital”; implantou a plataforma “Matific”; entregou mais de 3,5 mil chromebooks aos professores e alunos e adotou a plataforma Google For Education, além de adquirir o material do sistema Serviço Social da Indústria (Sesi) e garantir a entrega de uniformes, materiais e merenda de qualidade. Tais ações foram destacadas durante o “IX Encontro Internacional de Cultura, Comunicação, Marketing e Comunidade” em Cuba, no final de janeiro, o que tornou o município como um aspirante a ser tornar uma “Cidade Mil da Unesco”, promovendo a melhoria na vida das pessoas, além de criar um sistema de educação que empodere os estudantes.
 
O fomento à Igualdade de Gênero também é outra bandeira abraçada pelo município. Por meio do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), Suzano se empenha na promoção de direitos, da cidadania e do empoderamento feminino, além da realização de uma série de outras atividades e capacitações exclusivas a este público e de combate à violência de gênero, doméstica e familiar, contando ainda com o suporte da Patrulha Maria da Penha da Guarda Civil Municipal (GCM) e de uma rede completa de amparo à vítima.
 
No campo da ecologia, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente vem atuando ativamente na coleta seletiva solidária, na adoção responsável e no combate a crimes ambientais, incluindo a verificação de denúncias de maus tratos. A administração municipal ainda busca fortalecer a atuação junto à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para a expansão do serviço. Os esforços já surtiram efeito e colocaram a cidade na 13ª posição nacional em coleta e tratamento de esgoto, liderando esse quesito em todo o Alto Tietê.
 
Outro compromisso do município é quanto à redução da emissão de dióxido de carbono (CO2). A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação prevê no Plano Diretor e na Lei de Uso, Ocupação e Parcelamento de Solo (Luops) o incentivo à implantação de empreendimentos de uso misto na cidade, com foco na diminuição dos deslocamentos visando a queda na emissão desse gás, que é o resultado, em grande parte, da queima de combustíveis fósseis.