quinta 23 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Inmet anuncia alerta vermelho para onda de calor em 8 cidades

Estão na lista Suzano, Mogi, Arujá, Santa Isabel, Ferraz, Poá, Itaquá e Arujá

14 maio 2024 - 05h00Por Da Reportagem Local
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) estendeu o 'alerta vermelho' - o mais alto na classificação do órgão - para onda de calor em 8 das dez cidades do Alto Tietê.
 
Isso significa que a temperatura será 5ºC acima da média por período maior do que cinco dias.
Mais: o alerta vermelho representa “grande perigo” e riscos à saúde, com temperaturas altas. 
A recomendação do Inmet é que, em caso de emergência, a Defesa Civil deve ser acionada pelo telefone 199.
 
Ainda segundo o próprio Inmet, no alerta vermelho de onda de calor há riscos para integridade física e até mesmo para a vida humana.
 
"Estão previstos fenômenos meteorológicos de intensidade excepcional. Grande probabilidade de ocorrência de grandes danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou mesmo à vida humana", diz o alerta.
 
Estão na lista de alerta vermelho as cidades de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Santa Isabel e Suzano. Todas essas cidades tinham em média 28ºC nesta segunda-feira. 
 
Planos
 
O DS trouxe reportagem, na semana passada, que as cidades da região têm planos contra enchentes e desastres naturais.
 
Em Suzano, por exemplo, a Defesa Civil conta com 15 integrantes, seis viaturas e vários tipos de equipamentos (inclusive bote inflável) para desempenhar suas funções, que abrangem monitorar áreas de risco, realizar supressão de árvores com risco ou após queda, vistoriar rios e córregos, atuar em situações de desastres naturais, entre outras ações. Não há alertas sonoros, mas Suzano dispõe de pluviômetros em todas as regiões que apontam o volume de chuva por meio da medição do nível dos principais rios que cortam a cidade.
 
A Defesa Civil atende pelos números (11) 4748-5394 e 4747-8897. Em situações de emergência, com a inclusão de servidores de outros setores e voluntários, o número de pessoas pode chegar a cerca de cem.

Deixe seu Comentário

Leia Também