domingo 14 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Modalidade CrossFit ganha força e é segura, apontam proprietários

Criado em 2000, nos Estados Unidos, pelo ex-ginasta Greg Glassman, a modalidade chegou ao Brasil apenas em 2009

09 julho 2017 - 12h37Por Lucas Lima - De Suzano
A modalidade CrossFit chegou em Suzano no ano passado e já ganha força na cidade. Atualmente, os boxes (como são chamados os locais) registram de 50 a 110 alunos. Por aula, que dura cerca de uma hora, a média é de 13 esportistas praticantes. Além disso, de acordo com os proprietários pelos estabelecimentos, a expectativa é de que a procura pelo esporte aumente. 
 
Criado em 2000, nos Estados Unidos, pelo ex-ginasta Greg Glassman, a prática chegou ao Brasil apenas em 2009 pelo professor, formado em esporte pela Universidade de São Paulo (USP), Joel Fridman. Com o objetivo de estimular os movimentos simples e funcionais por meio de intensidade e constantemente variado, a modalidade foge da monotonia das academias.
 
O diferencial se dá na aplicação da técnica, onde os "coachs" - treinadores - conseguem ensinar os exercícios e corrigir a postura dos alunos. Outro fator positivo é a execução em grupo, o que motiva os praticantes. 
 
Segundo o coach, Guilherme Kinti de Oliveira, da Pólux Fit, na Vila Urupês, a modalidade esportiva além de ser focada na técnica, é adaptável. "Pode ser um exercício complicado, mas pode ser adaptado. Por exemplo, quem começa a treinar tem que ir tranquilo para depois pegar o ritmo. Além disso, sempre com técnica, que é o fator essencial para a evolução do praticante".
 
Por outro lado, a proprietária da KrossEight, Vivian Gimenez, falou que o CrossFit consiste também em exercícios olímpicos. "São aulas bastante dinâmicas e a maioria são voltadas a modalidades olímpicas. Importante ressaltar que a técnica precisa ser aprendida para que a pessoa não tenha problema depois de praticar", completou.
 
O sócio-proprietário da Crossfit Suzano, Ailton Avelino, disse que o box conta com aproximadamente 100 alunos. Destes, 90% treinam todos os dias devido a modalidade ser dinâmica e por oferecer principalmente o bem-estar. Ele também comenta que o setor está crescendo. "Percebemos que as pessoas estão conhecendo mais a modalidade e estão vindo praticar. Porém, é um pequeno passo dentro de um grande trajeto. Isso porque muitas pessoas ainda sentem medo por existir o mito de que a modalidade lesiona. Saiu um estudo recentemente mostrando que outros esportes machucam mais do que o CrossFit, como por exemplo, o futebol e a natação. Então, aos poucos a população vai aprendendo sobre o esporte e confiando nele", explicou.
 
Já o professor e também sócio-proprietário do espaço, Leonardo Sthiga, comentou que o esporte consiste em melhorar 10 habilidades no corpo dos praticantes. "Toda parte de força, resistência muscular, resistência cardiorrespiratória, flexibilidade, potência, velocidade, equilíbrio, coordenação, precisão e agilidade são trabalhadas para que tenham uma evolução. Eu mesmo tinha problemas de saúde, como gordura e risco de enfarte, e por meio do CrossFit consegui superar isso. Hoje não vivo sem. É diferente de academia, onde as pessoas fazem os mesmos exercícios em um mês e apenas trabalham a força e resistência".

Deixe seu Comentário

Leia Também