Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 23 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/09/2019
PMMC ENTREGAS
Centerplex 19 a 25/09
Cidades

Nove cidades do Alto Tietê estão em novo mapa do Ministério do Turismo

Intuito do Ministério do Turismo é tornar as ações no setor mais direcionadas e eficazes

Por Fernando Barreto - de Suzano31 AGO 2019 - 00h04
Nove cidades do Alto Tietê estão em novo mapa do Ministério do TurismoFoto: Arquivo/DS
Nove, das dez cidades da região foram incluídas no novo 'Mapa do Turismo', divulgado pelo Ministério do Turismo. Esse mapa será utilizado pelo ministério para realizar ações mais eficazes de incentivo ao turismo. O mapa classifica cada cidade em uma categoria e vai mostrar ao ministério as características da região.
 
O mapa contém 2.694 cidades, de 333 regiões diferentes. Entre as cidades do Alto Tietê, Arujá, Biritiba-Mirim, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano estão inseridos no mapa. Apenas Ferraz de Vasconcelos ficou de fora. Segundo o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o mapa veio para ajudar e acredita que facilitará para o ministério a realização de ações e incentivo na área. 
 
"Estamos num momento de virada para o turismo brasileiro e contamos com este novo mapa para termos uma radiografia atualizada do potencial turístico do Brasil para investir de forma adequada na melhoria de infraestrutura, realização de campanhas publicitárias, entre outras ações", disse Marcelo.
 
O mapa do turismo classifica cada cidade em uma categoria. A cidade pode receber uma classificação de 'A' a 'E'. Essa categorização, segundo o Ministério do Turismo serve para "acompanhar o desempenho da economia turística da cidade". Na região, Mogi das Cruzes é a melhor classificada, recebendo classificação 'B'. Em seguida aparecem Arujá, Guararema, Itaquá e Suzano com a classificação 'C'. Por fim aparecem Biritiba-Mirim, Poá, Salesópolis e Santa Isabel com a classificação 'D'. Como citado, Ferraz não aparece no novo mapa.
 
Requisitos
 
Para ser incluída no mapa, a cidade precisa atender a novos requisitos exigidos pelo Ministério do Turismo, conforme informações presentes no site do governo federal.
 
"As cidades precisam participar de instância de governança e Conselho Municipal de Turismo (Comtur). O novo mapa também exige orçamento próprio destinado ao turismo, e prestadores de serviços turísticos com cadastro obrigatório registrados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo", informou o Ministério do Turismo.
 
Essas exigências serão cobradas pela secretaria estadual de Turismo, e posteriormente repassadas ao ministério. Para o secretário Nacional de Estruturação do Turismo, Robson Napier, vê com bons olhos o novo mapa. Segundo ele, ficará mais visível o que cada município precisa. "Em parceria com os estados e com o novo Mapa, vamos conseguir atuar com ações pontuais nestes municípios, para elevar o turismo brasileiro ao real patamar que lhe cabe, dando qualidade e boas experiências aos nossos visitantes".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias