domingo 25 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Região

Projeto de combate ao bullying é promovido nas escolas municipais em Ferraz

Primeiro bate-papo ocorreu na Emeb Maria Inês Gurgel, no Núcleo Itaim

05 abril 2023 - 12h30Por Da Reportagem Local

Para incentivar o respeito às diferenças, a Secretaria de Educação de Ferraz de Vasconcelos promoverá nesta semana o Projeto Combate ao Bullying, destinado aos alunos da rede municipal em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Bullying e Violência na Escola. O primeiro bate-papo ocorreu na Emeb Maria Inês Gurgel, no Núcleo Itaim.

A ação é uma parceria com a Secretaria de Saúde e tem como objetivo trabalhar a cultura de paz nas unidades escolares. Por isso, mais de 120 estudantes, do 6° ao 9° ano do ensino fundamental, também participarão dos encontros nas escolas Helmuth Hermann Louis Baxmann, no Parque São Francisco, e Primorosa Jorge do Nascimento, na Vila Santo Antônio.

O termo bullying é utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos. A partir dessa premissa, três psicólogos da rede discutiram temas fundamentais para a formação dos alunos, bem como ter atenção com esses comportamentos no futuro.

A profissional Carmen Moreno explica que mais de 40% dos estudantes adolescentes brasileiros já admitiram ter sofrido com a prática de bullying. “É um dado alarmante e exerce impacto negativo na vítima, no agressor e nas testemunhas”.

Os professores também participaram de formação on-line com a psicanalista e gestora educacional Dulcemara Almeida.

Segundo a pasta, a proposta é que mais escolas sejam contempladas com a iniciativa pedagógica. “É importante refletirmos e buscarmos soluções para a saúde e bem-estar das nossas crianças. O projeto Combate ao Bullying levou questões necessárias, reflexões sobre o tema, as formas que o bullying acontecem e como o aluno, que está sofrendo, pode procurar ajuda para superar e enfrentar esse problema”, destaca a secretária Paula Trevizolli.

Deixe seu Comentário

Leia Também