Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 24 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/09/2019
Centerplex 19 a 25/09
PMMC ENTREGAS
Segurança

Relatório: delegacias na região apresentam infraestrutura precária

Levantamento feito pelo TCE-SP apontou diversas irregularidades nas sete unidades policiais fiscalizadas no Alto Tietê

Por Aline Moreira - de Suzano19 MAI 2019 - 00h04
Relatório: delegacias na região apresentam infraestrutura precáriaFoto: Bruna Nascimento/DS
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) realizou no dia 30 de abril, uma fiscalização ordenada em 275 Delegacias de Polícia (DP) do Estado, para verificar as condições do trabalho, atendimento à população e infraestrutura dos locais. No Alto Tietê, sete delegacias de sete cidades - Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis e Suzano - foram vistoriadas. De acordo com o levantamento do TCE-SP, quatro delegacias da região apresentam infraestrutura precária e precisam ser reformadas com urgência. 
 
A maioria dos espaços não está em boas condições de uso e muito menos conservados. Cerca de 57,2% do total, estão com problemas de infiltração, bolores, rachaduras, vazamentos e goteiras em quase todo o prédio. Outro problema citado no documento é que 71,4%, ou seja, cinco delegacias, apresentam riscos aos funcionários e a população.
 
Por exemplo, a unidade de Suzano tem inúmeros fios elétricos expostos que podem causar choques elétricos e até mesmo incêndios; a de Mogi apresenta extintores vencidos e a unidade de Itaquá não possui nenhum extintor; a delegacia de Ferraz apresenta escadas irregulares e a de Poá, alambrados que podem cair a qualquer momento. Vale ressaltar que os fiscais registraram todas as irregularidade por meio de fotografias. 
 
Além de avaliar os locais, os fiscais do TCE-SP realizaram uma pesquisa com os funcionários e a população atendida nas delegacias, para verificar o nível de satisfação dos serviços. Os resultados das pesquisas feitas na região ficaram divididos, pois metade acredita que o atendimento prestado seja ótimo e a outra metade acredita ser regular. Já os funcionários das delegacias se mostraram desmotivados com o trabalho. 
 
O levantamento ainda apontou que todas as delegacias visitadas estão com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) fora da validade. As viaturas policiais das unidades também foram fiscalizadas durante a visita e cerca de 65,5% do total de veículos que estão em uso (52) apresentam problemas mecânicos. Vale ressaltar que o número de veículos aumenta se somados com as viaturas paradas. 
 
Outro dado bastante alarmante, que foi apontado no documento, são as condições oferecidas ao público. Nenhuma delegacia apresenta acessibilidade (rampas, corrimões ou elevadores) e vagas de estacionamento destinado aos portadores de deficiência. 71,4% dos banheiros não são acessíveis e 57,2% não apresentam boas condições de higiene. 
 
Além das condições gerais dos prédios, as salas de recepção/espera, também foram avaliadas; 57,2% dos locais não apresentam problemas graves. Já as salas de triagem existem em apenas duas unidades do Alto Tietê. 
Além disso, 28,6% do armamento utilizado pelos policiais apresentam algum tipo de falha. Suzano e Salesópolis são as cidades que apresentam panes nos equipamentos e falhas nos revolveres da marca Taurus. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias