sábado 20 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Lance Livre

Lance Livre 01-07-2017

01 junho 2017 - 05h00Por Edgar Leite
Secretaria  
de Justiça
Nesta semana, o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que ainda pode disputar as eleições de 2018 como candidato a presidente, incumbiu a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de trazer importante notícia para o Alto Tietê.
 
Parceria com  
o Condemat
Por meio da pasta, o Estado propôs parceria com o Condemat - Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê para implantação de uma unidade regional do Centro de Integração da Cidadania (CIC).
 
Serviços públicos
O CIC vai reunir serviços públicos para a população. Será a primeira experiência do Estado para atendimento regional e o local cotado para sediar é Mogi das Cruzes.
 
Secretário
Quem anunciou a novidade foi o secretário de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, Márcio Elias Rosa, na sede do Condemat.
 
Expresso  
da Cidadania
Além do CIC, o secretário estadual também anunciou que as cidades da região serão atendidas pelo Expresso da Cidadania e também com cursos de capacitação para gestores públicos, em especial, na área de atendimento às vítimas de violência. 
 
96% quer  
investigação a  
todos os partidos
Pesquisa Pulso Brasil de junho, realizada pela Ipsos, revela que a operação Lava Jato ganha cada vez mais a adesão dos brasileiros. Para 96% dos entrevistados as investigações necessitam averiguar todos os partidos políticos e a mesma porcentagem acredita que a operação deve continuar até o fim, custe o que custar.
 
87%
O estudo ainda assinala que 87% concordam que a operação vai fortalecer a democracia, enquanto 79% acreditam que a Lava Jato pode ajudar a transformar o Brasil num país mais sério. 
 
Favoráveis  
a operação
Além disso, os brasileiros são a favor da operação mesmo que traga mais instabilidade política ou econômica para o país, com 95% e 94%, respectivamente.