Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Suspeito de abusar de 8 meninas é preso em Itaquá

04 JUL 2015 - 08h00

J.S.S., de 29 anos, apontado como autor de molestar de oito crianças, de 5 a 13 anos, e estuprar uma jovem, de 22, foi capturado na quinta-feira, na Estrada Santa Isabel, no Jardim Caiuby, em Itaquaquecetuba. As investigações foram coordenadas pelo 1° Distrito Policial (DP). A prisão temporária de 30 dias foi expedida pela Justiça. De acordo com a polícia, o homem pode ser o responsável por outros crimes na região central.

Policiais civis do 1° DP disseram à reportagem que o caso foi descoberto depois que uma criança contou aos pais que mantinha relações sexuais com o suspeito. A partir desta informação, a família registrou a ocorrência, que passou a ser investigada para confirmar a veracidade dos fatos. Após cometer os crimes, o molestador passou a ameaçar as crianças, caso elas contassem aos pais.

Entretanto, o caso foi confirmado e, portanto, o suspeito foi intimado a prestar os depoimentos à polícia. Segundo os policiais, o homem confirmou os crimes detalhando passo a passo, além de se intitular pedófilo.

Outro fato que chamou a atenção da polícia foi que o homem alegou não ter condições de se ‘aguentar’.

ESTUPRO CONSUMADO

Depois que a polícia de Itaquá deteve, previamente, o suspeito, investigadores de Poá solicitaram que uma vítima de estupro comparecesse à Delegacia. Com a fotografia do criminoso, a mulher, de 22 anos, o reconheceu como o autor do estupro que havia sofrido e ameaças de morte. O crime era investigado desde junho deste ano.

De acordo com a polícia, a vítima foi observada na saída do trabalho, em Itaquá, e perseguida pelo suspeito.

No momento em que chegou à Estação de Calmon Viana, J. se aproximou, armado, e ordenou que ela não reagisse, pois seria morta.

Assustada, a vítima foi obrigada a caminhar até um determinado ponto, debaixo de uma árvore, onde o crime foi consumado

Antes de fugir, o criminoso se aproximou da vítima e com os dizeres: “achou que eu não a pegaria?”, a ameaçou de morte caso olhasse a direção que seguia, e, logo depois, fugiu.

A polícia estima que o suspeito seja autor de outros estupros no município e, por isso, pede que vítimas possam ir à Delegacia Central de Poá para identificá-lo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias