domingo 14 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Suzano sorteia hoje mais de 1,3 mil apartamentos de programa federal

Sorteio abrangerá seis condomínios habitacionais. Não há prazo para a entrega das moradias

29 agosto 2017 - 07h00Por Gabriele Doro - De Suzano
Suzano realiza nesta terça-feira (29) o sorteio de 1,3 mil apartamentos do programa federal Minha Casa, Minha Vida. O evento acontece hoje, às 9 horas, no Complexo Poliesportivo Paulo Portela, o Portelão, localizado na Rua Barão de Jaceguai, 375, no Centro. O sorteio abrangerá seis condomínios habitacionais. Não há prazo para a entrega das moradias, já que algumas delas estão em obras. A liberação é feita pela Caixa Econômica Federal (CEF).
 
Serão sorteadas as famílias que se inscreveram no cadastro habitacional. São mais de 4,2 mil pessoas que se cadastraram entre 2009 e 2016, além das que atualizaram os nomes neste ano. Entre os conjuntos que serão sorteados estão: Nova América I e II, Solar das Oliveiras, Solar das Hortênsias, Santa Cecília e Residencial Suzano II. Depois de realizado o sorteio haverá uma lista com titulares e suplentes.
 
Apartamentos
 
Os apartamentos, que serão sorteados, já foram ocupados. O Nova América I e II conta com 280 moradias distribuídas em 14 blocos. O local estava invadido e a reintegração foi solicitada pela Caixa em novembro do ano passado. Os apartamentos foram invadidos em 2015 e a alegação dos ocupantes era de que as obras haviam sido abandonadas há mais de cinco anos. A reintegração de posse no local aconteceu em fevereiro deste ano.
 
Já o Solar das Oliveiras e o Solar das Hortênsias, localizados no Jardim Fernandes, tiveram a reintegração de posse solicitada, por meio de liminar, do Tribunal Regional Federal (TRF). O pedido de desocupação havia sido feito pela MRV, construtora responsável pelas obras. O local possui mais de 400 apartamentos. Quando foram desocupados, a empresa afirmou que teve um prejuízo de R$ 2 milhões por conta da depredação. Com relação ao Santa Cecília, no Jardim Carla, os apartamentos foram invadidos em julho de 2015, por cerca de 300 famílias. O local possui 280 unidades.