quinta 13 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cultura

Coletivo ‘ItaKaos Clan’ lança novas músicas e projeta 2020

Após apresentação no bloco de Carnaval‘Beatloko’, em São Paulo, rappers ganharam mais visibilidade artística

26 março 2019 - 20h45Por Marcus Pontes - de Suzano
Com mais de 30 faixas disponíveis, em plataformas como youtube e spotify, além de músicas inéditas que serão lançadas este ano, o coletivo de rappers de Itaquaquecetuba, o ‘ItaKaos Clan’ almeja alcançar mais visibilidade no cenário musical. Depois da apresentação no maior bloco carnavalesco de hip-hop do país, o ‘Beatloko’, os artistas da região lotaram a agenda do mês, com shows e entrevistas pelo Estado.
 
Em bate-papo ao programa ‘DS Entrevista’, realizado no último sábado, os rappers contaram um pouco sobre como surgiu o coletivo, as inspirações para compor as letras, o objetivo para os próximos meses e, também, não deixou de lado críticas à falta de políticas públicas na cidade.
 
O idealizador do ItaKaos Clan e beatmaker do Mente Matéria, Everton Miranda, o Pirulex Beats Mc, falou sobre como começou o coletivo. E o número de membros atualmente. “A gente começou a ir nas batalhas de rima da cidade. Lá, tivemos a ideia de formar o coletivo e comecei a convidar alguns MC’s. Do nada, o ItaKaos reuniu 16 rappers. Lançamos a maior cypher - música que reúne mais de cinco pessoas- do país.” Atualmente, o coletivo tem sete membros. 
 
Com o grupo menor, as faixas lançadas cresceram. E, deste modo, o número de shows aumentou. Para Jeferson Santos, o MC Joota3, o resultado disto é a amizade e o profissionalismo pelo qual o coletivo vem mantendo na região e Capital. Ele é o único MC a continuar participando de batalhas de rima.
 
Para Edson Henrique, o MC Braddock, os frutos plantados pelo coletivo há dois anos vem colhendo resultados nos dias atuais. O ItaKaos Clan foi convidado a se apresentar no maior bloco carnavalesco de hip-hop no país. E vem ganhando cada vez mais visibilidade no cenário rap.
 
“Nossa intenção é a de lançar cada vez mais músicas. A mais recente foi a Fé, do Tamo Além, o grupo pelo qual faço parte. Lá atrás, a gente plantou e estamos colhendo bons frutos. É uma conquista levar o nome da nossa cidade para outras regiões, disse. 
 
Para Pirulex, um dos motivos para este sucesso do coletivo é o teor das músicas e a qualidade dos clipes lançados no canal do coletivo no youtube. “Hoje, eu posso dizer que grande parte da Zona Leste de São Paulo nos conhece”.
 
O idealizador do ItaKaos Clan revelou ainda sobre a falta de coletividade no movimento hip-hop na região. “Só para ter uma noção, a gente compõem se baseando no cotidiano, no cenário político, entre outros fatos. Muitas vezes, a gente é criticado. O que queríamos era ter essa coletividade no movimento. Esperamos que, no futuro, os pais possam levar os filhos para conhecer toda a cultura”, finalizou Pirulex.