terça 21 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cultura

Evento de samba e artesanato marcam início das ações da Consciência Negra

Prefeito esteve no Parque Max Feffer na companhia do vice Walmir Pinto para prestigiar as atividades neste domingo

08 novembro 2022 - 22h35Por de Suzano
O prefeito Rodrigo Ashiuchi participou, no Parque Max Feffer, da abertura da programação em homenagem ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, com mais uma edição do projeto “Samba e Suas Histórias”, recheado de boa música proporcionada pelos grupos Bom Ambiente e Samba Nagô, e uma feira de artesanato afro. As atividades em alusão à data ocorrerão até 27 de novembro.
 
Ashiuchi esteve acompanhado do vice-prefeito Walmir Pinto, e destacou a importância da data para Suzano. “Nossa cidade cresceu com a ajuda de pessoas de várias nacionalidades, e a comunidade afro também faz parte da construção do município. Por isso se faz necessário não só o reconhecimento deste povo em relação ao nosso País como também à nossa cidade. Para mim é um orgulho e uma honra pessoal poder participar da abertura da celebração do Mês da Consciência Negra e curtir música da mais alta qualidade”.
 
Ainda participaram da abertura a presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir) de Suzano, Maria Aparecida Monteiro, e o vereador Marcel Pereira da Silva, o Marcel da ONG. A programação segue nesta quinta-feira (10/11) com o “Cine Resistência” e a exibição do curta “Ori”, uma produção que retrata a relação entre Brasil e África, seguida de uma roda de debates e análise.
 
A ação ocorre às 19 horas, no Anfiteatro Orlando Digenova, localizado nas dependências do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi (rua Benjamin Constant, 682 – centro). No sábado (12/11), às 18 horas, o Casarão das Artes, localizado na rua Vinte e Sete de Outubro, 271,no centro, recebe a ocupação cultural “A Rua na Cena”, com a exposição de vídeos e fotos temáticas.
 
Na semana que vem a programação continua em três locais diferentes. Em um deles, o Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, recebe uma palestra sobre os 15 anos da lei federal 10.636/03, que institui a obrigatoriedade do estudo de conteúdos relacionados ao tema “História e Cultura Afro-Brasileira” nas escolas.
 
Enquanto isso, a Escola Estadual Doutor Anis Fadul, que fica na rua Benedito José Rangel, 95, na Vila Rica, será a casa do Sarau Agita Palmares, uma reunião festiva para celebrar as raízes africanas, e o Casarão das Artes se tornará o cenário do workshop musical “Atabaque Curimba: Ritmos e Percussão”, com orientação do professor Lucas Cavalcante. A ação se repete posteriormente no dia 23 (quarta-feira). Todas essas ações estão programadas para ocorrer às 19 horas.
 
A quinta-feira da próxima semana (17/11) terá, às 10 horas, mais três atividades. O Centro Cultural Colorado Monteiro Lobato, localizado na rua Domingos Vitorino, 68, no Jardim Cacique, recebe a “Oficina de Abayomi”, com Bruna Vitorino, onde os participantes poderão conhecer e produzir sua versão da boneca Abayomi; às 15 horas, o Moriconi será palco da roda de samba “Nó na garganta se desfaz em roda”; e, mais tarde, às 20 horas, o espaço também recebe uma noite de capoeira com o mestre Amaro e seus convidados.