domingo 25 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cultura

‘Miragem’, de Valéria Custódio, é lançado com sucesso e a participação do público no Sesc Mogi

Show com banda formada exclusivamente por mulheres celebrou o novo álbum da cantora mogiana

16 novembro 2022 - 17h00Por De Mogi

Com homenagem emocionada à Gal Costa. Assim começou o show de lançamento do álbum ‘Miragem’, da cantora mogiana Valéria Custódio, na última quinta-feira (10), no Sesc Mogi. Como ela havia prometido, iniciou cantando sozinha no palco, mas não demorou para que as mais de 100 pessoas presentes no Sesc Mogi correspondessem às emoções. Teve gente que cantou, teve gente que dançou. Uma miragem aos olhos e ouvidos, já que o nome do projeto permite o trocadilho.

A cantora, mogiana de 27 anos, já havia antecipado que a melhor receita era não esperar nada da apresentação, e sim senti-la. Isso porque ela estaria ali, no palco, não apenas para cantar, mas para externalizar sentimentos que marcaram a passagem dela pela pandemia de Covid-19, reflexões sobre temas como o  tempo, o respeito, a cultura afro e a religiosidade.

Para isso, uma sequência diferente da que pode ser ouvida nas plataformas digitais foi montada. Tudo começou mais cadenciado, sobre sentimentos muito íntimos, de recolha, mas com as participações de Paulo Betzler e Kau Caldas, o clima foi ganhando tom dançante e feliz, pautado pelo amor contido nas letras, nos instrumentos, nos olhares e no reencontro.

O clímax foi atingido quando a banda completa se formou. Nesse ponto, não era possível resistir a tentação de bater palmas para acompanhar as canções. Com a voz e o violão de Valéria Custódio, o piano de Juliana Rodrigues, a guitarra de Thais Naomi na guitarra e o contrabaixo de Cynthia Santos, quem estava lá pôde ouvir uma representação muito fiel do material gravado em estúdio.

E mais: teve também canções do EP anterior da artista, ‘Púrpura’, e ainda algumas surpresas. O primeiro single lançado, ‘Água Pra se Benzer’, provou que merece o lugar de mais reproduzido no Spotify, e foi tocado duas vezes, ganhando o coração e a energia de quem cantou junto; ‘Ela’, música reconhecida como um dos 20 melhores lançamentos do mercado fonográfico em outubro, empolgou – e muito na performance ao vivo.

Mas talvez o mais belo dos momentos tenha sido criada na faixa ‘Odoyá’, que ganhou uma importância maior, já que as palavras “e me aliei ao verbo amar” foram compartilhadas com a plateia, que abraçou a ideia e cantou, como fosse um mantra.

Este momento, inclusive, está disponível nas redes sociais de Valéria Custódio (@valeriacustodiooficial), onde há também outros vídeos e onde serão disponibilizadas informações sobre os próximos shows. Já o disco pode ser ouvido na íntegra clicando aqui: https://open.spotify.com/album/6kfiLvWKIkYlEGGqWZDc6s?si=KG64Y6bMQ66X6NYf9u9gag.

Deixe seu Comentário

Leia Também