Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Após um mês no comando, Milton Cruz ainda não se considera técnico efetivo

08 MAI 2015 - 08h00

Milton Cruz completou na última quarta-feira um mês no comando do São Paulo e chegou à quinta vitória em seis jogos. Nem mesmo o período tranquilo pelos bons resultados e a palavra de Aidar de que ele está efetivado fazem, porém, o técnico se considerar como permanente no cargo. Após a partida, o treinador voltou a dizer que se sente mais como interino.

"Eu estou de técnico. Não sou técnico. Espero poder ajudar cada vez mais. Venho trabalhando e sou funcionário do clube. Como já falei, sempre dou o meu melhor na função que me cabe, seja como observador ou como treinador", disse Milton, que está no clube como funcionário desde 1994 como coordenador técnico e desde 1999 tem diversas passagens como interino.

Aidar efetivou o então interino na última semana, dias depois de desistir da contratação do argentino Alejandro Sabella. Milton Cruz, porém, disse que a busca por outros nomes ainda não terminou. "Sei que o clube ainda está procurando um técnico e, quando acharem, volto para a minha função. O presidente e o Ataíde (Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol) estão em busca também de reforços para a sequência da temporada", comentou.

Desde que começou a substituir Muricy Ramalho, que saiu por motivos de saúde, Milton Cruz sempre evitou falar como técnico efetivo do São Paulo. Após a vitória sobre o Cruzeiro, ainda fez questão de interromper uma das respostas da entrevista coletiva para agradecer o antecessor e ainda ressaltar que os jogadores têm se empenhado nos treinos. "Tenho confiança na equipe e o elenco tem correspondido muito bem aos treinamentos".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias