Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Barcelona bate Juventus e conquista a Liga dos Campeões pela quinta vez

07 JUN 2015 - 08h00

O Barcelona conquistou ontem a Liga dos Campeões da Europa pela quinta vez e mostrou que não encontrou adversários à altura na temporada 2014/2015 do futebol europeu. Em Berlim, na Alemanha, o time catalão venceu um equilibrado duelo diante da Juventus por 3 a 1 e faturou a segunda "tríplice coroa" de sua história, uma vez que já havia conquistado o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei.

Em um jogo repleto de altos e baixos das duas equipes, pesou a favor do Barcelona o maior talento de suas peças ofensivas. Messi, Neymar e Suárez infernizaram a defesa adversária e foram responsáveis pelas principais chances da equipe catalã. A Juventus apostou na marcação por pressão e nos contra-ataques para tentar sair com a vitória. Até deu certo em alguns momentos, mas o volume de jogo espanhol foi maior e garantiu o triunfo.

O título de ontem coroa mais uma vez a geração que vai se aproximando do fim. Foi o quinto troféu de Liga dos Campeões da história do Barcelona, sendo o terceiro desde 2006, todos levantados por nomes como Piqué, Iniesta e Messi. Parte importantíssima nesse processo, Xavi viveu dia especial no Estádio Olímpico e levantou a taça mais cobiçada do continente no dia de sua despedida do clube.

De quebra, a conquista garantiu o Barcelona em mais uma disputa de Mundial de Clubes da Fifa. Em dezembro, o time catalão viaja ao Japão para tentar seu terceiro título da competição.

O JOGO

Na primeira ida do time catalão ao ataque, a defesa italiana bobeou e o placar foi inaugurado. Logo aos três minutos, Alba recebeu lançamento e deixou com Neymar, que viu a infiltração de Iniesta e tocou. O espanhol aproveitou o cochilo de Vidal, invadiu sozinho e rolou para Rakitic, que finalizou praticamente sem goleiro.

Mesmo em desvantagem, a Juventus não mudou a sua estratégia. Marcava o Barcelona no campo ofensivo e quando roubava a bola apostava no contra-ataque. Foi assim que criou duas boas oportunidades, com Morata e Marchisio em finalizações de fora da área, mas em ambas a bola passou rente à trave.

Na volta do intervalo, a Juventus mostrou força e foi para cima, mas abriu espaço para os contra-ataques.

O Barcelona abusou dos gols perdidos e aí a Juventus aproveitou para marcar logo em sua primeira oportunidade. Aos nove minutos, Morata empatou.

Quando o time italiano dominava a partida, o talento de Messi definiu a favor do Barcelona. Aos 19 minutos, ele puxou rápido contra-ataque, passou como quis por Barzagli e finalizou. Buffon espalmou para o meio da área e Suárez chegou para estufar a rede.

Com o time todo no ataque, a Juventus cedeu espaço para um último contra-ataque do Barcelona e este foi fatal. Neymar, aos 50, chutou forte e fechou o placar.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias