Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

Com 100% sob comando de Dunga, Brasil sobe para 5º no ranking da Fifa

10 ABR 2015 - 08h01

Depois de bater França e Chile nos últimos dois amistosos que disputou e se manter com 100% de aproveitamos nesta segunda passagem do técnico Dunga no comando do time nacional, o Brasil subiu mais um posto no ranking da Fifa e assumiu a quinta posição da listagem da entidade, atualizada ontem de forma oficial.

A seleção brasileira chegou aos 1.354 pontos e ultrapassou a Holanda, que caiu para a sexta colocação, com 1.301, depois de ter sofrido para empatar com a Turquia pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2016 e superado a Espanha em um amistoso.

Outro destaque desta atualização do ranking foi a Bélgica, que também subiu uma posição e assumiu o terceiro lugar, com 1.457 pontos. O país deixou para trás a Colômbia, agora quarta colocada, com 1.412. Já a Alemanha, atual campeã mundial, segue soberana na liderança, com 1.687 pontos, enquanto a Argentina, vice da Copa de 2014, permanece na segunda posição, com 1490.

A França, por sua vez, deixou o Top 10 após ter sido superada em casa por 3 a 1 pelo Brasil. O país despencou da oitava para a 11ª posição e foi ultrapassada por Uruguai, Suíça e Espanha, agora respectivas oitava, nona e décima colocadas. Entre estas últimas seleções, destaque para a volta dos espanhóis ao grupo dos dez primeiros, assim como para a boa ascensão dos suíços, que na atualização anterior do ranking ocupavam o 12º lugar. Os campeões mundiais de 2010, assim como os uruguaios, galgaram um posto em relação ao mês passado.

Já Portugal de Cristiano Ronaldo, outra seleção que figura no Top 10, se manteve logo à frente deste grupo ao permanecer no sétimo lugar. Outra gigante do futebol mundial, a Itália amargou nova queda relevante ao cair da 10ª para a 13ª colocação. E ao deixar o Top 10 o país agora tem logo atrás dele a Inglaterra, que comemora ascensão inversamente proporcional ao subir do 17º para o 14º posto do ranking, que terá a sua próxima atualização em 7 de maio.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias