Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Mesmo sem velódromo, Brasil quebra jejum do ciclismo no Pan

17 JUL 2015 - 08h00

A um ano de organizar os Jogos Olímpicos e oito anos depois de ser sede dos Jogos Pan-Americanos, o Brasil segue não tendo um velódromo coberto para desenvolver o ciclismo de pista. Mesmo assim, conquistou ontem uma medalha de bronze na prova masculina de velocidade por equipes no Pan de Toronto, encerrando um jejum de 20 anos sem ir ao pódio na disciplina.

De Mar del Plata (1995) para cá, o ciclismo de pista do Brasil foi se apequenando, até que a União Ciclística Internacional (UCI) resolveu intervir e levou alguns atletas para treinar no seu centro de formação, na Suíça. Entre eles, os três medalhistas de bronze de ontem: Flávio Cipriano, Kacio Freitas e Hugo Osteti este último competia no BMX até o ano passado. O trio, terceiro mais rápido da fase de classificação, deixou a Colômbia para trás na decisão do bronze.

Futebol

Com quatro gols em 29 minutos, o Brasil liquidou a fatura e venceu o Peru por 4 a 0 ontem, pelo segundo jogo do futebol masculino do Pan.

Clayton, destaque da partida, marcou um gol e deu dois de presente, para Rômulo e Dodô. Luan abriu o placar. O Brasil manteve os 100% de aproveitamento na competição do Pan.

Vôlei

A seleção brasileira feminina de vôlei levou um susto no início da partida, mas buscou a virada sobre Porto Rico e estreou com vitória ontem nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.

Apesar da dificuldade, o Brasil conseguiu se encontrar na partida e garantiu o triunfo por 3 sets a 2 - com parciais de 23/25, 28/26, 25/17, 24/26 e 15/10.

Em busca do quinto ouro pan-americano, a equipe não está completa nesta empreitada. O técnico José Roberto Guimarães dividiu o elenco em dois para conciliar o calendário, que tem o Pan e o Grand Prix, na Itália, em andamento simultaneamente.

Em Toronto, a seleção conta com Jaqueline, Adenízia, Fernanda Garay e Camila Brait entre os destaques, mas sente a ausência da levantadora Dani Lins.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias