sexta 19 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Acusada de participar do sequestro de Marcelinho Carioca é transferida para Tremembé

Mulher estava presa em Guarulhos após ser detida em operação da Polícia Civil

28 junho 2024 - 19h15Por Thiago Caetano - Da Reportagem Local

A mulher acusada de participar do sequestro do ex-jogador Marcelinho Carioca foi transferida para a Penitenciária Feminina II de Tremembé, no interior de São Paulo. A informação foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo. A transferência ocorreu no último domingo (23). 

"A Secretaria da Administração Penitenciária informa que a pessoa citada deu entrada neste domingo (23) na Penitenciária Feminina II de Tremembé, oriunda da Delegacia de Polícia de Guarulhos", respondeu a pasta, sem fornecer detalhes sobre o motivo da transferência.  O DS tenta localizar a defesa da mulher. O espaço segue aberto para manifestação. 

No dia 21 de junho, policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam 12 pessoas envolvidas em uma central de golpes contra clientes de bancos. A quadrilha montou o esquema em uma de veraneio em frente a represa de Igaratá, no Vale do Paraíba. Entre os detidos, estava a mulher que participou, em dezembro de 2023, da extorsão mediante sequestro do ex-jogador, que foi mantido em cativeiro em uma residência, em Itaquaquecetuba. 

Caso Marcelinho

Marcelinho Carioca foi mantido em cativeiro com uma amiga por mais de 36 horas. Segundo as investigações da polícia, ela teria recebido o dinheiro do sequestro. Na ocasião, Marcelinho contou que saiu de um show em Itaquera e foi levar ingresso para a amiga. No local, os dois foram abordados por homens armados. Eles sequestram a dupla e abandonam o carro do ex-jogador na rua.