Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

737 casos de furto de água são registrados na região, aponta Sabesp

24 JUL 2015 - 08h01

No primeiro semestre deste ano, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) identificou 737 casos de furtos de água nas cidades do Alto Tietê. O número representa um aumento de 145,67% nos casos, quando comparado com o mesmo período do ano passado, quando foram constatadas 300 ligações irregulares de água. Os dados levam em conta as cidades de Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Salesópolis e Suzano, além dos bairros de divisa de Mogi das Cruzes.

Os casos do Alto Tietê representam 8,5% do total das fraudes encontradas em toda a Região Metropolitana de São Paulo, que somaram 8,6 mil casos de furtos de água.

A Sabesp alerta que aqueles que cometem o crime acabam contribuindo para o desperdício, uma vez que acreditam que não vão pagar pelo alto consumo. A pena para quem pratica o furto é de um a quatro anos de reclusão, além da aplicação de multa.



DESPERDÍCIO DE ÁGUA

Neste semestre, o volume total de água desviada na Região Metropolitana somou 1,9 bilhão de litros. No primeiro semestre de 2014, foram furtados 998 milhões de litros. Ou seja, o desvio de água praticamente dobrou neste ano.



FRAUDES

Na Região Metropolitana, as equipes de combate às fraudes da Sabesp identificaram, em média, 48 irregularidades por dia, que resultaram em 255 boletins de ocorrência por furto, sendo que 108 foram resultado das 14 ações da companhia em parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP).

Para identificar a fraude, a Sabesp trabalha com as equipes de caça-fraude, que acompanham o consumo e vistoriam os imóveis.

Por telefone, os moradores também podem relatar os casos suspeitos por meio do número 195 ou pelo Disque-Denúncia (telefone 181), cuja chamada é gratuita e não exige a identificação de quem liga.

Dentre as fraudes estão as ligações clandestinas e a violação do hidrômetro. A maiorida das irregularidades foi constatada em imóveis com perfil residencial.



CASO

Em junho deste ano, a região registrou um caso de furto de água. Na ocasião, 15 pessoas foram presas em Itaquá. O furto foi detectado pela Sabesp.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias