Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

CPTM contrata empresa para descontaminar área da estação

04 AGO 2015 - 12h12
A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) contratou uma empresa para descontaminar uma área próxima à estação de trem de Suzano. O processo pode durar até dois anos, mas a companhia quer que o trabalho termine até a entrega da nova estação prevista para o final deste ano. O investimento é de R$ 187,2 mil. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). A área consta como contaminada na lista de emissão de Licença Ambiental de Instalação da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

A empresa responsável pelo serviço de remoção de contaminantes no terreno de um antigo posto de combustível, que faz parte dos imóveis desapropriados para a construção da nova estação. A contratação, com base em maio, tem por objetivo a prestação de serviços especializados em engenharia e meio ambiente para a remoção de contaminantes existentes no terreno. A empresa foi contratada por meio de pregão eletrônico.

O terreno contaminado constava na lista da Cetesb porque a CPTM havia solicitado licença ambiental para as obras da nova estação. O DS havia publicado em 2013, que uma área desapropriada estava contaminada. De acordo com o relatório, esta área identificada é considerada como "Fonte de Contaminação". Na época, a Cetesb orientou a CPTM a prosseguir com as etapas de gerenciamento de áreas contaminadas, conforme procedimento padrão. Houve também a determinação de um trabalho diferenciado durante a execução das obras. O órgão ambiental afirmou que a CPTM já adota o procedimento padrão de áreas contaminadas em outras obras realizadas. Uma das exigências previstas no documento é o envio de relatórios semestrais.

CPTM

A CPTM disse, por meio de nota, que entre os imóveis desapropriados para a construção da nova estação Suzano, existia um posto de combustíveis. "Assim, foi necessário contratar uma empresa especializada visando realizar os procedimentos de verificação e eventual descontaminação ou destinação correta de materiais, do local, de acordo com a avaliação a ser feita pela Falcão Bauer". Ela destaca ainda que o local fará parte da estrutura da nova estação de Suzano.

ÁREAS CONTAMINADAS

As áreas contaminadas são assim classificadas pela Cetesb por já terem passado por algum processo de contaminação.

A existência dela pode gerar problemas, como danos à saúde, comprometimento da qualidade dos recursos hídricos, restrições ao uso do solo e danos ao patrimônio público e privado, com a desvalorização das propriedades, além de danos ao meio ambiente.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias