Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

Lixeiras danificadas por atos de vandalismo serão substituídas

04 ABR 2015 - 08h01

A Secretaria de Serviços e Manutenção de Suzano está recolhendo todas as lixeiras danificadas da área central da cidade para providenciar a troca de novas. A pasta pediu a colaboração da população no sentido de preservar o patrimônio público, buscando assim manter a cidade cada vez mais ordenada e limpa.

As duas principais ruas do Centro de Suzano - General Francisco Glicério e Benjamin Constant - estão com as lixeiras depredadas por conta de atos de vandalismo. O DS percorreu as duas vias e verificou que em torno de 14 unidades estão em mal estado. Entre os problemas constatados estão a falta do recipiente para o despejo do lixo ou o fato de elas não estarem penduradas.

Os postes sinalizados com a cor vermelha deveriam conter as lixeiras, mas há algum tempo as unidades foram retiradas por vândalos. A Praça dos Expedicionários tem o maior número de lixeiras em bom estado. Já a Rua Monsenhor Nuno, tem apenas duas unidades no trecho inteiro da rua.

No trecho de número 450, a situação das lixeiras também é péssima. Os objetos foram queimados. Na altura do número 433, os recipientes se encontram em estado bom, porém se encontravam no chão.



PROBLEMA ANTIGO

Este problema é antigo em Suzano. A Prefeitura, por diversas vezes, informou que precisou trocar as lixeiras por conta do vandalismo. Em novembro de 2013, por exemplo, 100 novas unidades foram instaladas nas ruas e praças da área central de Suzano. A ideia era de que a iniciativa deveria atingir outros bairros.



CONSCIENTIZAÇÃO

Em fevereiro do ano passado, a administração municipal afirmou que iria fazer ações de divulgação para conscientizar a população da importância de preservação das lixeiras. Na ocasião, foram investidos R$ 13 mil na aquisição de novos equipamentos. Outra iniciativa divulgada era de que as lixeiras que ainda tinham condições de uso seriam reformadas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias