sábado 13 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Maternidade de Suzano registra o dobro da média de coleta de leite

Na última semana, unidade municipal encaminhou 18,4 litros de leite oriundos de doação

01 junho 2024 - 20h00Por De Suzano

O Posto de Coleta de Leite Humano do Hospital e Maternidade de Suzano (HMS), unidade da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu 18,4 litros de leite materno por meio de doações na última semana. A quantidade representa o dobro da média semanal que vem sendo constatada neste ano, que é de cerca de nove litros. O volume foi encaminhado ao Banco de Leite Humano de Guarulhos, onde é submetido ao processo de pasteurização e depois retorna para a cidade.

“Saber que as mães de recém-nascidos prematuros extremos, com até 1,5 quilo, terão a garantia de que seus bebês serão alimentados com leite materno, garantindo para eles todos os benefícios, é motivo de alívio e satisfação”, declarou Drianne Medeiros, enfermeira do setor no HMS, que é gerenciado pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS).

O Posto de Coleta de Leite Humano existe desde agosto de 2010, quando ainda era gerido pela Santa Casa de Misericórdia, e já arrecadou mais de 365 mil litros no período. As doações vêm não apenas de puérperas da unidade que apresentam hiperlactação, mas também de mães que procuram o hospital. Para mais informações, os interessados podem procurar pessoalmente o local (avenida Antônio Marques Figueira, 1.861 - Vila Figueira) ou entrar em contato pelo telefone (11) 4745-3333, ramal 2373, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Quem pode doar

Para a doação, as mães devem seguir os critérios estabelecidos pela Rede Nacional de Bancos de Leite, isto é, estar amamentando seu bebê; ter realizado exames no pré-natal; comparecer ao posto para uma avaliação da médica responsável, a fim de averiguar se o bebê está recebendo leite em quantidade adequada e se a mãe está em boas condições de saúde; ter em casa um congelador e ou um freezer para armazenar o leite; e permitir a visita domiciliar dos profissionais para orientações e a retirada do leite ordenhado.

As doadoras que preenchem esses critérios recebem um kit completo contendo aventais e toucas, além de frascos estéreis e todas as orientações necessárias. O HMS mantém uma rotina semanal de coleta do leite armazenado, substituindo-o por novos frascos. Também é possível aproveitar a oportunidade para esclarecer dúvidas sobre amamentação ou doação. Após o material passar por pasteurização no Banco de Leite Humano de Guarulhos e retornar, são feitos, conforme prescrição médica, o porcionamento e o encaminhamento aos recém-nascidos prematuros e/ou com peso abaixo de 1,5 quilo que estão internados na UTI Neonatal do hospital.

“O posto de coleta do HMS desenvolve um trabalho fundamental para muitos recém-nascidos que dependem dessa alimentação especial. E também estimula em diversas mulheres que produzem leite em grande quantidade o amor a outros bebês e puérperas. Sem contar a importância de mantermos sempre cheios os estoques, de modo que não enfrentemos dificuldades ou mesmo faltas”, destacou o secretário de Saúde de Suzano, Diego Ferreira.