Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 24 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/01/2021
GOLDSTAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Cidades

Moradores reclamam de lixo acumulado no Miguel Badra

População fala que problema está há tempo e temem que situação piore

Por Thiago Caetano - de Suzano26 NOV 2020 - 11h00
Moradores reclamam de lixo acumulado no Miguel BadraFoto: Isabela Oliveira\DS
Moradores da Rua Um, no Miguel Badra Baixo, em Suzano, reclamam do lixo acumulado em um terreno, no final da via. A população que vive nas proximidades relata que o lixo está acumulado há muito tempo e temem que situação piore. 
 
O DS foi até o bairro e falou com moradores. Eles relataram que os resíduos começaram a ser despejados após a Prefeitura de Suzano ter desocupado o local. É o que conta o morador Adriano Heleno. Segundo ele, foi prometido uma mudança no local, algo que não aconteceu. "O lixo fica muito próximo das casas. Depois que tiraram as residências dali, começou a acumular lixo e entulhos. Falaram que ia ser feito uma praça ali. Mas até agora não fizeram nada", falou.
 
Antes havia imóveis no local que foram demolidos, em julho de 2019. Na ocasião, a prefeitura informou que as casas foram construídas de maneira irregular e que área é considerada de risco.
Há poucos metros do local vive Vanessa Marcelino. Comerciante e mãe de dois filhos, ela diz que o local poderia virar área de lazer. "Já faz um tempo que está assim. Poderia fazer uma área de lazer para as crianças. Espaço tem, mas só fica desse jeito. E pode piorar", opinou. A comerciante conta que já ouviu vizinhos reclamarem do aparecimento de bichos dentro de casa. "Não aconteceu na minha. Mas quem mora próximo já reclamou de aparecimento de ratos dentro de casa", disse. 
 
A Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos da Prefeitura de Suzano informou que uma equipe será enviada para o local e avaliar a situação. Posteriormente será providenciada a retirada dos resíduos do local.
 
Ainda segundo a pasta, o "bairro é atendido pela coleta domiciliar três vezes por semana e que há serviços como o cata-treco e os ecopontos à disposição para acolher os objetos inservíveis e em desuso". As denúncias sobre o descarte irregular de lixo podem ser feitas ao Departamento de Fiscalização de Posturas. O telefone é o 4745-2046. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias