Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 20 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv
Max Feffer

Parque Max Feffer é alvo de vandalismo pela segunda vez em menos de um mês

10 AGO 2015 - 19h02
O Parque Municipal Max Feffer, em Suzano, foi alvo de vandalismo pela segunda vez em menos de um mês. No final de semana, vândalos quebraram boa parte dos brinquedos e também alguns aparelhos de ginástica. O primeiro ato de vandalismo aconteceu em julho, quando vândalos quebraram a parede do pavilhão roxo e retiraram as madeiras das mudas que dão sustentação para o crescimento das árvores.

“As gangorras foram partidas ao meio e o gira-gira foi arrancado do lugar. É uma pena que esse tipo de ato criminoso continue acontecendo. O pior de tudo é que a população de bem é acaba sendo prejudicada”, comentou o secretário de Esportes, Emerson Taboada de Faria, o Maria do Lava Rápido.

Além disso, na madrugada de hoje, vândalos arrombaram o prédio da piscina. com exceção da fechadura, nenhum outro bem foi danificado. Os criminosos usaram uma barra de ferro e também um pedaço de madeira durante a ação. Os funcionários da pasta já trocaram a fechadura e estão trabalhando na recuperação dos brinquedos.  “A equipe da Secretaria de Esportes fez o reparo na fechadura e reforçou a porta. Eles também estão tentando recuperar os brinquedos depredados. Pedimos a colaboração da população para que denuncie esse tipo de situação”, completou.

A Prefeitura de Suzano tem reforçado a segurança nos pontos mais visados por esses criminosos e pede também a colaboração dos munícipes na denúncia dos casos de depredação do patrimônio público. As denúncias podem ser feitas pelos telefones 4746-2344 da Guarda Civil Municipal, 190 da Polícia Militar ou 0800 774 2007 da Ouvidoria Municipal.

Outros casos

Em julho, o parque já havia sido alvo de vândalos, que quebraram a parede do pavilhão roxo e retiraram as madeiras das mudas que dão sustentação para o crescimento das árvores. Mais de 200 mudas de árvores foram danificadas. Na ocasião, um Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado.
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias