Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Secretaria de Saúde registra 1ª morte por leptospirose neste ano em Suzano

08 MAR 2015 - 08h00

Suzano registrou, neste ano, três notificações de casos de leptospirose com a primeira morte pela doença. Segundo a Secretaria de Saúde do município, a situação está sobre controle e dentro do esperado. Em 2014, a Secretaria registrou sete casos.



Os ratos urbanos são os principais transmissores da doença e o número de vítimas aumenta na estação das chuvas, por causa das enchentes e inundações. Os meses mais propícios para a disseminação da infecção é entre janeiro e maio. O menor contato com água infectada já oferece risco de contaminação.



"Em tempo de muitas chuvas, rios, córregos e a própria rede de esgoto transbordam. As águas das enchentes invadem tocas de ratos e acabam contaminadas com a urina desses animais. Com as cheias, essa água contaminada invade residências, levando a Leptospira que estava no meio ambiente. Ao entrar em contato com a água ou lama contaminada, o homem pode infectar-se, especialmente se tiver cortes ou arranhaduras na pele. A infecção também pode ocorrer pela ingestão de água ou alimentos contaminados.



Portanto, é necessário evitar ao máximo esse contato e sair imediatamente da enchente", informou a Secretaria de Saúde de Suzano por meio de nota. Os sintomas da leptospirose são semelhantes aos apresentados por outras doenças como a gripe e a dengue. Os principais são febre de início súbito, dor de cabeça, mal-estar, náusea e dores musculares. Ao apresentar os sintomas, deve-se procurar um posto médico, imediatamente. Não se automedique se suspeitar infecção pela bactéria da leptospirose.



PREVENÇÃO A Secretaria de Saúde apontou ainda algumas ações que podem ser tomadas para evitar a doença, como não jogar lixo e entulho nos córregos, bueiros ou ruas; manter os alimentos guardados em recipientes bem fechados em locais elevados do solo e a cozinha limpa; armazenar o lixo em recipientes bem fechados e colocá-los na rua pouco antes dos coletores passarem; feche buracos entre telhas, paredes e rodapés, onde os ratos possam se abrigar; manter a caixa d'água limpa e tampada; lavar bem os alimentos, especialmente frutas e verduras que serão consumidas cruas; usar luvas e botas de borracha se trabalhar em ambientes que possam ser reservatórios da leptospira.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias