Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Sindicato cancela greve na CPTM e adia decisão para a próxima semana

27 MAI 2015 - 08h01

O Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil decidiram adiar para a próxima terça-feira a greve nos trens das linhas 11-Coral (Luz- Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Até a nva data, eles aguardam uma nova proposta. A greve tinha data para início hoje a partir da zero hora e poderia prejudicar cerca de 900 mil passageiros da região.

As negociações acontecem desde a segunda-feira, quando o juiz do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região solicitou que a companhia avaliasse um aumento de 1,5% para a categoria. Ontem pela manhã as lideranças do sindicato se reuniram mais uma vez no com representantes da CPTM, mas não houve acordo.

A companhia subiu de 6,65% para 7,72% de reajuste inflacionário medido pelo IPC/Fipe, além de 1% por produtividade. Mesmo assim não houve acordo e a proposta foi recusada pelo sindicato.

Mais tarde, os ferroviários se reuniram para uma audiência e resolveram manter as negociações abertas com a empresa e adiarem a greve.

De acordo o sindicato, a próxima tentativa será de negociar um aumento com base no Índice de Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de pelo menos 7% mais aumento real de até 2%.

CIRCULAÇÃO

Todos os dias mais 900 mil usuários utilizam as linhas da região. Somente na Linha 12-Safira são transportados 248,7 mil passageiros. Já a Linha 11-Coral, uma das mais movimentadas do Estado, conta com 701,2 mil usuários por dia. Em todo o Estado, quase oito milhões de passageiros dependem do Metrô e da CPTM para se locomover.

Caso os ferroviários decidissem pela greve, o esquema de locomoção adotado pela companhia seria o Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese). Mesmo esquema adotado aos finais de semana, quando são realizadas manutenção e modernização do sistema.

Para utilizar o esquema emergencial, os usuários precisam ir até as bilheterias das estações e pagar suas passagens normalmente. No lugar do bilhete eles recebem um papel que tem de ser entregue ao motorista dos ônibus. Já para quem tem o Bilhete Único ou o Cartão Bom deve se dirigir até os bloqueios para receber os tickets.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias