Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Suzano tem 970 alunos com deficiência incluídos em escolas regulares

19 JUL 2015 - 08h00

Suzano possui 970 estudantes com deficiência inclusos em escolas regulares de educação, desde a creche até classes da Educação de Jovens e Adultos (EJA). O número representa 1,22% do total de alunos inseridos na rede educacional, seja em unidades municipais, estaduais ou privadas. Os dados são do Censo Escolar de 2014, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC).

Em 2007, ano em que começou o registro dos alunos com deficiência em classes regulares, o número era de 765 matriculados. Ou seja, de acordo com os dados do último Censo, houve um crescimento de 26,8% na inclusão de estudantes com deficiência. A maior parte está matriculada nas classes dos anos iniciais do Ensino Fundamental (de 1º ao 5º ano), com 370 alunos. O que representa 38% do total de alunos incluídos na rede regular.

A maior parte dos alunos está nas instituições privadas, com 574. Em seguida vêm as escolas municipais com 281 estudantes com deficiência e as instituições de ensino estaduais possuem 115 alunos com deficiências.

Os dados de outras quatro cidades da região mostram que Mogi das Cruzes tem 1.801 alunos com deficiência matriculados na rede regular, o número representa 1,6% do total da rede educacional que é de 111.943. Itaquaquecetuba que tem 1.039 alunos com deficiência inclusos na rede, ou seja, 1,1 % do total de 87.763 estudantes da cidade. Dos 43.176 alunos de Ferraz de Vasconcelos, 578 são portadores de deficiência, o que representa cerca de 1,3%, e Poá fecha a lista com 415 estudantes inclusos dos 32.824 estudantes da cidade. Juntas as cinco cidades somam 3833 alunos inclusos.

A inclusão das crianças com deficiência no ensino regular é determinação de uma resolução do Conselho Nacional de Educação. Os maiores obstáculos para incluir o aluno com deficiência em uma escola regular passam pelas questões de infraestrutura, metodologia pedagógica, materiais didáticos, e a presença de professores e profissionais de apoio. "Como muitas das vezes a escola regular não está preparada para receber o aluno com deficiência, os pais preferem deixá-los integralmente nas associações assistenciais, como é o caso da Apae", disse o presidente da Apae de Suzano, João Jurandir Simões Júnior.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias