Envie seu vídeo(11) 4745-6900
segunda 06 de dezembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 05/12/2021
COLUNA

Padre Carmine

E-mail para contato: pecarmine@yahoo.com.br

Olimpíadas: uma medalha de ouro toda especial para todos os atletas

13 AGO 2021 - 05h00

Uma medalha de ouro toda especial vai aos atletas do mundo inteiro que do dia 23 de julho ao dia 08 de agosto de 2021, estiveram em Tóquio para participar das Olimpíadas.
O que se pode dizer de todos os atletas é que eles levaram de volta para casa e para seu país, não apenas medalhas de ouro, de prata ou de bronze, ou a decepção por não ter conquistado medalhas e uma quantia em dinheiro bem alta pelas conquistas individuais e menor pelas vitórias alcançadas com a participação de uma equipe, com a de futebol e de vôlei. Levaram uma grande mensagem de paz, de fraternidade, de amizade e o compromisso de reafirmar e renovar o apelo a fazer do esporte um grande canal de comunicação com o mundo de hoje.
Em Tóquio apareceram a clareza e a profundidade da união dos atletas vindo de diferentes países, mais forte do que a união deles à própria terra e a seu país.
O comportamento de centenas de atletas que saíram de cidades distantes para irem a Tóquio, satisfez a todos, com o alcance de uma segurança material corretíssima, longe do perigo de assaltos, roubos, brigas, drogas e violência.
Os atletas se organizaram e viveram criativamente os Jogos Olímpicos, com a atenção voltada para os verdadeiros e profundos motivos que os tinham levados a fazer uma viagem tão longa e cara: enaltecer a beleza do esporte, o prestígio do próprio país e realizar o sonho de levar para casa uma medalha. 
Nenhum ato de violência foi relatado pela mídia ou pelas redes sociais, nenhum lamento se via ou ouvia; somente alegria nos rostos, histórias, relatos de vida, de sacrifícios realizados para treinar horas a fio, para arcar com as despesas nas competições estaduais, nacionais e olímpicas, histórias de lutas pela igualdade e liberdade, pela justiça e paz.
Os meios de comunicação do Brasil se dobraram para exaltar os atletas vencedores e as belas atrações de ginástica, de dança, de hipismo e de esgrima e tantas outras novidades introduzidas pelos atletas e clubes esportivos, em território japonês.,
Há, porém, a sensação e talvez a certeza que as Olimpíadas lançaram um respiro de fraternidade e de paz naquele país.
Do Brasil, muitos grupos de parentes e amigos se organizaram para irem a Tóquio. Uma verdadeira mobilização olímpica. Um fenômeno mundial de grande alcance na vida das pessoas, pela multidão de atletas que participaram e pelo seu caráter mundial.
A distância geográfica e a pandemia com as suas restrições em vigor, enfraqueceram a participação e o fervor juvenil dos quantos amavam participar das Olimpíadas mesmo enfrentando uma longa viagem. 
Os que puderam, chegaram de todos os cantos da terra, de quase todos os países.
Chegaram alegres e cantando, esperançosos com as medalhas a serem conquistadas.
Podemos dizer que as Olimpíadas, representam hoje, a motivação para os adolescentes e jovens olhar para um futuro não apenas de glória, mas de abertura ao mundo, ao outro com cultura e costumes diferentes. 
Em outras Olimpíadas, eram milhões os visitantes que durante as Olimpíadas, transformaram-se em rios que percorreram as estradas das cidades que os acolhiam.
O Esporte consegue seduzir milhares de jovens que não obstante mergulham no mundo da modernidade, da internet, sentem a necessidade de praticar o esporte que é uma verdade para a essência da vida e para ter uma vida saudável.

 

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias