Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/10/2019
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
Secom Segurança - NOVO BANNER
Villa Europa
CENTERPLEX 11/10 A 18/10
CENTRO ONCOLÓGICO
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Dura Cerviz

21 SET 2019 - 23h59
O povo hebreu, no deserto, a caminho da Terra Prometida, murmurou e se rebelou contra os seus líderes e contra o próprio Deus. (Números 14:1-25) Esse povo via a Deus face a face, já tinha presenciado as 10 pragas no Egito; viu Deus abrindo o Mar Vermelho, livrando-o das mãos dos egípcios; pôde contemplar a glória de Deus e sinais maravilhosos. O que faltava, então? Era um povo de dura cerviz. Imediatista. O que significa isso? Povo de coração duro, resistente, irredutível. Povo que não aceitava ser tirado da posição de escravo para viver o propósito elevado de Deus, porque havia se acostumado com as "migalhas" dos egípcios. Quantos não estão agindo assim em relação a Deus?! Conhecem a Sua Palavra, sabem o que é certo fazer, mas preferem fazer as coisas do seu jeito. Agem como aquele que constrói a sua casa na areia. 
Podemos construir nossas vidas segundo os padrões de Deus e de Sua Palavra, ou podemos nos entregar a uma vida dissoluta, vivendo conforme os nossos desejos carnais. Segundo Jesus, o homem prudente é aquele que constrói a sua casa sobre a rocha; consequentemente, não precisa se preocupar com a força do vento e com as tempestades, pois a casa não cairá, visto que o alicerce é firme. Enquanto insistirmos nos nossos maus caminhos, estaremos longe de Deus e de tudo o que uma vida de obediência e amor pode nos proporcionar - no final de tudo, a vida eterna, que já começa nesta vida! Diante da rebelião, mesmo com a intercessão de Moisés, houve um juízo de Deus para o povo: "Nenhum deles chegará a ver a terra que prometi com juramento aos seus antepassados. Ninguém que Me tratou com desprezo a verá. Mas, como o meu servo Calebe tem outro espírito e me segue com integridade, Eu o farei entrar na terra que foi observar, e seus descendentes a herdarão". (Números 14:23-25) "Cairão neste deserto os cadáveres de todos vocês, de vinte anos para cima, que foram contados no recenseamento e que se queixaram contra Mim". (v. 29) Sentença dura! Muitos podem achar que Deus foi injusto. Mas não. Deus é Deus de recompensas. Tanto o bem quanto o mal será recompensado. Jesus, ao contar sobre o fim dos tempos e a Sua volta, fala sobre um julgamento e duas sentenças - "Então o rei dirá aos que estiverem à Sua direita: "Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo". (Mateus 25:34) "Então, dirá também aos que estiverem à Sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos". (Mateus 25:41) 
Deus é amor, graça e misericórdia. Sim, Ele é. Não tem prazer no mal do homem. Ele quer o nosso bem. Mas chega um momento em que Ele diz - "Basta!". O preço da rebelião contra Deus é alto. Que ninguém se engane. "Deus não se deixa escarnecer; tudo o que o homem semear, ele há de colher. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna". (Gálatas 6:7-8) Existe, querido leitor, um caminho, uma escolha melhor - o caminho da obediência a Deus. Ainda que o preço seja alto, que a porta seja estreita, vale a pena! 
BANNER APS DESKTOP
Mirante dos Pássaros 14/10 a 15/11
EPAMINONDAS ADVOGADOS

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias