Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 17 de janeiro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/01/2019
PMMC JANEIRO  - BRINCANDO NAS FÉRIAS 2019
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
PMMC JANEIRO - MOGI CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE 2ª FASE
COLUNA

Suami Paula de Azevedo

É escritor, responsável pela Mirambava Editora, palestrante e professor universitário. E-mail: suamiazevedo@uol.com.br

O Melhor Adiante

11 JAN 2019 - 23h59
Liderança não pode ser confundida com chefia. Uma posição de chefia não implica em liderança. Um líder tem seguidores enquanto um chefe tem subordinados. Mas um chefe pode ser um manipulador e, se não tiver ética, sem princípios, sem propósitos corretos, pode levar alguns a pensarem ser ele um líder. 
Outro elemento fundamental em relação à Liderança é que a existência dela impõe o reconhecimento de Equipe. Isso significa respeito mútuo, propósitos comuns, necessariamente éticos. 
Daniel Domeneghetti, Executivo da DOM Strategy Partners, que ouviu 93 Executivos no Brasil, reconheceu que: "o novo líder está condicionado a uma missão associada a contornos e resultados mais claros e específicos, mas que tem a consciência de que precisa estar com a equipe correta, qualificada, envolvida de forma eficaz, permeada pelos valores exatos e com características de comportamento e atitude cada vez mais alinhadas à cultura corporativa da empresa". 
Observe-se que a ideia de "empresa" aqui pode ser identificada como "organização". Essa explicação se faz importante para entendermos que ao tratarmos de Liderança e Equipe podemos tratar tanto de uma empresa privada como de um órgão público. 
A boa gestão, a postura de administrar uma organização, implica em buscar reconhecer o potencial de formação da equipe e da(s) liderança(s). Sem isso existe apenas chefia e subordinados ou manipulação. Vale refletir. 
Os gestores sempre nos trazem algumas dicas. Eles são especialistas em duas coisas especiais: pessoas e tempo. Assim, aprendamos com eles, temos de saber administrar as nossas relações com as pessoas. É tolice tentar ser amado por todo mundo. Principalmente se você tem algum cargo de chefia, isso não acontece. Mas dá para ser entendido pela maioria, até mesmo ser bem visto. 
E temos também de saber administrar o nosso tempo. E, todos nos damos conta de que o tempo é escasso. Então, vamos reconhecer os casos mais urgentes, às vezes temos de saber identificar as prioridades. Talvez esteja aí o ponto principal. 
Neste momento também todos estão fazendo avaliações do que se fez durante o ano. Avalie, sem medo, mas também sem ser pessimista. 
No trabalho, pense no que aprendeu com esses acertos e também com os erros. Avalie mesmo. Na vida pessoal, converse com os parentes e amigos sobre os seus planos passados e o que conseguiu no correr do ano. Esse pode ser um tempo de meditação, de reflexão, mas não é um tempo de isolamento e solidão. 
E posicione-se para o futuro que aí vem. Você já está se colocando objetivos a alcançar? Tem metas, quantidades, a atingir? É hora, finalmente, de se colocar aquelas questões que foi adiando, o que pode fazer para ter um novo ano ainda melhor?
Muita gente pensa na carreira como uma coisa externa a si mesmo. Equívoco. A carreira só se desenvolve se ela está dentro de nós, se a temos como um prazer pessoal, embora sabendo das suas dificuldades. Mas, não esqueça, todos os planos não podem ser maiores do que as suas condições. E, se você trabalhar bem, a sorte lhe virá, com certeza. Por ora, meu caro leitor, um bom Ano! 
PMMC JANEIRO  - BRINCANDO NAS FÉRIAS 2019
PMMC - MOGI CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE 2ª FASE

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias