Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 07 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 06/12/2019
Evatânia Psicopedagoga
CENTERPLEX 05/12 A 11/12
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
CENTRO ONCOLÓGICO
Comercial Esperança
COLUNA

Suami Paula de Azevedo

É escritor, responsável pela Mirambava Editora, palestrante e professor universitário. E-mail: suamiazevedo@uol.com.br

Temas

18 OUT 2019 - 23h59
Estava pensando no tanto que tenho a fazer. E o ano já está chegando ao fim. Temos só dois meses. Será que deu para todo o planejado? Ah, você não planeja? Aí é mesmo complicado. Vai acabar faltando muita coisa, deixa de lado e esquece. Enfim, dá para planejar para o tempo que dispomos. Só você vai poder definir.
Claro que tenho um monte mesmo de coisas a fazer. Só preciso de tempo. Dois meses não me garante. Uns tantos livros para terminar. Umas amizades para estimular. Mas posso levar em frente. Desistir, não mesmo!
Nem me pergunte sobre exercícios físicos. Vou voltar a fazer. Mas neste momento estou mesmo meio parado, ou “sedentário”, como definem os especialistas. E você? Também? Está certo, temos de dar um jeito. A coisa tem de andar. Você é jovem e continua parado? Não é jovem? Então nem olhe para mim. Ainda nem cheguei aos oitenta e já tenho umas dorzinhas de vez em quando. Pois é, nós não devíamos ter reduzido os exercícios físicos. Então tá, vamos arrumar um jeito de re-praticar. Tá bem! Aos poucos. Aos pouquinhos. E seguimos. Combinado?
Não entendi bem, você tem deixado de ler. Jornal, só de vez em quando? Então me permita, é pouco. Vai ter de mudar esse jeito. Não nos leva a coisa boa. Precisamos de um tanto também de ficção, onde a imaginação ganhe mais espaço. Certamente que pode ser Poesia. É assim mesmo, vai lendo devagar, buscando perceber quantos sentidos o que foi dito pelo Poeta pode estar dizendo. Ou um conto, também é coisa boa. E curtinho. Mas, por que também não seguir com um romance? Ou uma novela da TV? Vai começando. A gente vai pegando o jeito. É bom. E nos afasta um tanto de coisa nem tão boa por aí a nos atentar.
Estava aqui lembrando de uma amigo que me chamou a atenção por não visitá-lo. Verdade, não tenho mesmo saído muito para visitar mais gente. Você também? Então temos de mudar alguma coisa mesmo. Amigo é pra se guardar... e um jeito bom de guardar é justamente ver com mais frequência. Verdade, a gente acaba se habituando, gostando, sentindo falta. É, temos de mudar essa parada. A coisa tem de andar. Mas você não bebe e ele sim? Ou é o contrário? Pois é gente, as vezes temos de nos adaptar. Não precisamos mudar nosso jeito, mas olhar com mais vontade. Isso mesmo! Encontro! Vamos criando encontros! Vira prazer, satisfação.
E o pensamento positivo? Como? Está difícil? Ah, não, isso não! Tem de mudar esse olhar. Quando a gente começa por aí, vai ficando complicado. Mudamos a nós mesmos. Para pior. E, sem dúvida! acabamos influenciando, negativamente, mais gente ao lado ou próximo a nós. Não dá, não! Temos de mudar. Olhar com um pouquinho mais de sorriso as paisagens, a nossa volta. As pessoas vão perceber que o mundo pode ser melhor. E você também vai colher mais frutos, alegrias, sim, elas existem. Olhe melhor!
A verdade é que todos nós, todos os dias, podemos aprender algo mais. Está certo, não é tão fácil a gente se adequar. Mas, por que levar isso como “dever”, como obrigação? Podemos avançar com o nosso sorriso. Vale tentar.
EPAMINONDAS ADVOGADOS
BANNER APS DESKTOP
PMMC NATAL SORRISOS 2019

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias