Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
CEMEAP - SETEMBRO
COLUNA

Suami Paula de Azevedo

É escritor, responsável pela Mirambava Editora, palestrante e professor universitário. E-mail: suamiazevedo@uol.com.br

Os Pais nos Guiam

07 AGO 2020 - 23h59
Os Pais nos guiam sempre. E num momento tão maluco como este que agora vivenciamos eles são imprescindíveis. E mesmo estando em grupos de alto risco, eles nos fazem visualizar e escolher caminhos mais seguros.
Todos nós temos luzes que nos foram passadas pelos Pais em algum instante de nossas vidas. Eu mesmo lembro de momentos, em que hoje, ao rememorar, vejo o quanto fui protegido em minha vida. Ainda que na ocasião não tivesse percebido em plenitude. Você, seguramente tem as suas próprias situações. E de tempo em tempo é bom rever tais instantes. Isso nos enriquece, alarga em muito os nossos horizontes de exemplos que - quem sabe? - poderemos usar em favor dos nossos dependentes. Não espere só o Dia dos Pais. Comemore, homenageie, sempre que puder.
A Família é de extrema importância, nunca rejeite essa compreensão. Mãe e Pai são partes fundamentais do nosso situar no mundo. Há muitos anos luto por isso. Só para dar uns exemplos, indico a questão da implantação da História Local. Lá na nossa origem, vamos nos situando no mundo a partir de Mamãe de Papai. Na Escola vamos receber as Instruções. A Família inicia a nossa Educação, ela nos passa a Cultura da nossa origem, os costumes, as tradições do nosso lugar. Vamos identificando essas personagens como básicas, aí aparecem os irmãozinhos, os priminhos, os demais parentes, os vizinhos, os amiguinhos, os coleguinhas, nossa rua, nosso bairro, n osssa ci dade, e por aí vamos. Com isso reduzimos os vândalos, que atrapalham bem. Isso vai nos ajudando também a entender que a nossa base é que vai nos preservando ao longo do tempo. Somos aquilo que a nossa origem nos construiu. Isso podemos racionalizar.
Porém, como deixar de ver a nossa base construída pela Família? Como deixar de senti-la? Como deixar de nos emocionarmos com isso?
Especialmente naqueles momentos, sensíveis por tantos motivos, a contribuição dos Pais nos oferecia um sentimento que ampliava a nossa emoção ante o mundo. Lá atrás, ao pegar a nossa mão, ao nos conduzir no caminho por ele escolhido, sempre novo, atraente, envolvente, a nos exibir coisas tão especiais. Descobrimos sempre um novo universo a cada passo.
Os Pais também nos envolviam, quando, um tanto adiante no tempo, nos indicavam escolhas a serem feitas em instantes em que já nos achávamos maiores, com nossas tantos temores pessoais para o futuro a que teríamos de encontrar a direção. Cheios de dúvidas ou cheios de certezas, sentíamos que eles nos orientavam também. Não estávamos sós.
Os Pais nos guiam, sim! Sempre nos guiam, sempre nos guiaram. Mesmo que não tenhamos percebido na ocasião. 
Mesmo que agora sejamos Pais, sabemos dos nossos deveres, ainda que repetindo, com tanta frequência, tanto daquilo que um dia até contestamos nos nossos próprios Pais. E seguimos as nossas responsabilidades, foi como aprendemos, com o exemplo a nos penetrar, profundamente.
Vamos seguir adiante. Olhamos o caminho, temos a direção. Assim aprendemos. Os Pais nos guiam!
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
BANNER APS DESKTOP

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias