Envie seu vídeo(11) 4745-6900
domingo 28 de fevereiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/02/2021
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Maravilhosa Graça!

24 JAN 2021 - 05h00
Só entende a graça de Deus quem é objeto dela. Quem prova da graça de Deus, do favor imerecido, é capaz de ter compaixão e misericórdia; pode-se colocar no lugar do outro. Por mais que façamos, pelos nossos próprios esforços, não obteremos essa graça. Ela é gratuita. A graça de Deus é a base da salvação. "Porque pela graça vocês são salvos por meio da fé; e isso não vem de vocês, é dom de Deus; não vem de obras para que ninguém se glorie". (Efésios 2:8-9) Quando chegamos diante de Deus, com o coração quebrantado e contrito, dispostos a receber de Sua graça, Ele a derrama sobre nós. Quando o sofrimento marca a alma, quando a dor nos atinge, é como se abrisse uma ferida dentro de nós. Perdemos um ser querido. Alguém parte para nunca mais voltar. Sofremos por uma ingratidão, por uma doença inesperada, por uma injustiça, por vermos nossos sonhos desabarem. Haverá remédio para esses golpes? Há. É a graça divina que funciona como um bálsamo sobre a dor, cicatrizando a ferida. Cicatriz é o sinal de uma ferida, depois de curada. Deus regenerando aquele ponto que a dor magoou. Deus restaurando o nosso coração machucado. Cicatriz é apenas recordação - a recordação de um mal que sofremos. É a suave lembrança de quem partiu de nós levado pela morte ou pela distância. Se foi a distância, pode ser um aceno, uma lágrima, um lenço agitando-se ao longe. Se foi morte, pode ser o último beijo depositado na fronte do ser amado. Cicatriz é ferida que já não faz mais chorar. A marca está lá, mas não nos faz sofrer mais. 
Quais são os meios que Deus emprega para cicatrizar as lesões da alma? O tempo e a graça. 
O tempo encarrega-se de balsamizar o sofrimento: hoje, dói muito; amanhã, dói menos. Hoje é o fim; amanhã, tudo pode começar de novo. O outro lenitivo de Deus é a Sua graça. Não há ferida que não vire cicatriz sob a ação da graça divina. 
O apóstolo Paulo tinha um "espinho na carne". Não sabemos se a ferida era no corpo ou na alma. Ele orou para que o Senhor o livrasse desse sofrimento, e a resposta foi: "A Minha graça te basta". (II Coríntios 12:9) Deus daria forças para que Paulo pudesse conviver com aquela ferida, sem que esta afetasse definitivamente a sua vida. Sem a graça de Deus (bondade e amor mostrados a nós, mesmo que não os mereçamos) seria impossível superar o problema e seguir em frente. Ai de nós, se não fosse a graça de Deus! Ficaríamos prostrados, quando atingidos pelo sofrimento, sem jamais nos levantarmos.
O Salmo 23, tão conhecido, diz que o Senhor nos leva para junto das águas de descanso e refrigera a nossa alma. 
E mais: Ainda que andemos pelo vale da sombra da morte, o Seu cajado e bordão nos consolam. 
Ele é o Bom Pastor que cuida de suas ovelhas em todos os momentos. Mesmo que cheguemos ao estado de desespero, quando submetidos ao sofrimento, a graça de Deus nos garante alívio e conforto. Sejamos agradecidos por essa graça maravilhosa!
BANNER APS DESKTOP

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias