quinta 18 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cultura

Contadores de Mentira vão encenar espetáculo sobre Medeia no México

16 agosto 2017 - 06h25Por De Suzano
A companhia teatral suzanense Contadores de Mentira embarca esta semana para o México, onde vão realizar apresentações e oficinas. No país, o grupo encenará o espetáculo "Curra - Temperos sobre Medeia", nas cidades de Córdoba, no estado de Veracruz, e também para a Cidade do México - capital do país. Os Contadores de Mentira viajam, nesta quinta-feira (17), e retornam no dia 2 de setembro. 
 
Em Córdoba o grupo fará as apresentações, além de ministrar oficinas, no Centro Cultural Casa Baltazar. As atividades farão parte da programação do 9º Festival Emilio Carballido, o mais importante do Estado de Veracruz. Participam deste festival grupos que possuem expressão internacional. 
 
Já na Cidade do México os Contadores vão apresentar “Curra- Temperos sobre Medeia” no Teatro Orientación do Instituto Nacional de Belas Artes. Ainda neste Instituto o grupo realizará oficinas e bate-papos.
 
Os Contadores de Mentira, comemoram, neste mês, o seu 22º aniversário. Iniciaram as comemorações em julho com o Mês Internacional no Teatro Contadores de Mentira e a ida ao México encerra as festividades. O grupo de teatro suzanense já passou por outros países, realizando intercâmbio com outras companhias teatrais. A trupe já esteve quatro vezes no Equador, também passou por Cuba e Peru. 
 
Agenda
Ainda no início de setembro o grupo viaja para Minas Gerais, onde participa da Feira Literária de Cristina (FliCristina), realizada no Sul do Estado. No fim do ano vão retornar ao Equador. A previsão é de que outras duas viagens internacionais sejam realizadas em 2019.
 
Curra - Tempero sobre Medeia
 
O espetáculo é um uma celebração Orixá sobre o mito clássico de Medeia, estreado em 2008. Um terreiro, uma arena, um banquete , bebida, comida, pés descalços para celebrar o efêmero. 
 
Onde o público não é apenas espectador e é convidado para um “outro lugar”. Uma cozinha funciona durante todo o tempo provocando relações sensoriais onde a dança, a comida, a música celebram o mito da Medeia. 
 
Jasão é um orixá recebido pelo corpo de um cozinheiro. Medeia tem a força de Iansã e sua inimiga, a beleza de Oxum. Creonte , senhor daquele terreiro exige o seu direito à propriedade enquanto crianças “Erês” cegas decidem o futuro da mãe.
 
O Grupo Contadores de Mentira, hoje também instituição com o mesmo nome, nasceu em 1995, em Suzano, onde desde 2013 mantém também uma sede física. Desde então produz projetos, espetáculos, festivais, encontros, feiras, e sobretudo, um diálogo de sobrevivência, crescimento, articulação e atitude entre cidadão e cultura.