Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

Paco renova por mais uma temporada e quer manter 80% dos jogadores

23 MAI 2015 - 08h00

O técnico Paco García renovou ontem com o Mogi/Helbor por mais uma temporada. O anúncio foi feito durante coletiva à imprensa. O treinador garantiu que quer manter 80% do elenco desta temporada, mas a diretoria ainda não renovou oficialmente com nenhum jogador. Dois armadores foram dispensados e o pivô Thomas Gerhke foi convidado a compor a equipe técnica (veja mais em matéria ao lado). Além disso, Paco falou que não descarta a possibilidade de se aposentar no próximo ano.

Acompanhado do auxiliar-técnico Danilo Padovani, do diretor do time Ewertom Komatsubara e do secretário de Esportes, Nilo Guimarães, o treinador fez um balanço da temporada em que o time chegou a disputar uma final da Liga Sul-Americana e a semifinal do NBB, sendo que somente o Mogi e o Flamengo conseguiram este feito em duas temporadas seguidas. "Foi uma temporada difícil. Tivemos a cirurgia do (pivô) Paulão (Prestes), as lesões do (Daniel) Alemão e do Thomas e a do Gustavinho que deixou ele fora de 25 partidas das 62 que disputamos".

A opção de manter grande parte do elenco é porque a diretoria e o técnico reconhecem o bom desempenho nesta temporada. Porém, Paco afirmou que falta um jogador que tenha a definição da última bola. "Tivemos a bola do jogo na mão para jogar a final, mas não fomos bem sucedidos. Precisamos de um atleta que acerte esta bola para podermos evoluir. Temos de ser mais ambiciosos".

O técnico afirmou que passou por algumas dificuldades pessoais e chegou a citar o caso de Alemão, que foi dispensado após a Liga Sul-Americana por confrontá-lo. "Não vou mentir que passei dificuldades, até mesmo com alguns jogadores". Ele elencou o mês de janeiro como o mais importante da temporada, já que após três derrotas seguidas, o time conseguiu se unir e se recuperar no NBB.

Ao ser questionado se a posição de armador foi uma das mais deficitárias na equipe nesta temporada, Paco discordou. "Muita gente falou que o nosso ponto fraco foi na posição de armador. Mas eu não concordo com isso. Não temos um Fischer (armador do Bauru), nem um Laprovittola (do Flamengo), mas eu estou satisfeito com o trabalho". Apesar disso, ele dispensou dois armadores.

Durante a coletiva, tanto Paco, quanto Komatsubara não quiseram revelar nomes que estão sendo negociados, nem mesmo como estava a situação dos jogadores que permaneceram no time. Os nomes dispensados foram revelados mais tarde pelos próprios atletas. "A gente tem jogadores que estão em clubes importantes, que tem o desejo de jogar ou voltar a jogar em Mogi por conta da estrutura, da equipe e da própria torcida", frisou o diretor da equipe.

Nilo falou sobre as expectativas para a próxima temporada. "O que a torcida pode esperar é uma equipe melhor. É chato ficar falando que somos a equipe que mais evoluiu, mas é real. Não existe time que em 3, 4 anos conquistou o que conquistamos".



DESPEDIDA

Antes da coletiva, Paco se reuniu com os jogadores do elenco para agradecer pela temporada e anunciar os jogadores que permaneceriam e aqueles que seriam dispensados.



AGENDA

No mês de julho, entre os dias 2 e 20, o Mogi vai disputar os Jogos Regionais, em Jacareí. Como o novo elenco ainda não terá se apresentado, a equipe sub 22 vai representar a cidade. Em 14 de julho, os jogadores farão avaliação física e no dia seguinte acontecerá o primeiro treinamento, que será comandado por Padovani, já que Paco ainda estará na Espanha. O primeiro campeonato que o novo time disputará será o Paulista, que tem início em 1º de agosto.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias