Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

PMs revidam assalto, atiram e matam suspeito

21 MAR 2015 - 08h01

Uma troca de tiros entre um casal de policiais militares e dois assaltantes resultou na morte de um suspeito, de 24 anos, na tarde de ontem, na Rodovia Henrique Eroles (SP-66), na Vila Maria de Maggi, em Suzano.

O tiroteio teve início por volta das 14h30. Minutos antes, o casal havia sacado dinheiro de uma agência bancária do município e foram seguidos. Segundo a PM, o segundo suspeito do crime conseguiu fugir em uma motocicleta. Além disso, as vítimas ficaram feridas, porém sem gravidade.

Os militares do 32º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana (BPM/M) estavam de folga no momento do crime. Acompanhados, o casal havia realizado o saque em uma agência bancária para que pudesse pagar o serviço de uma loja de escadas de concreto.

No entanto, ao chegaram ao empreendimento foram abordados por dois homens em uma motocicleta amarela. Armados, os meliantes anunciaram o assalto, porém não esperavam que as vítimas fossem policiais.

Em seguida, o casal reagiu ao assalto e, neste momento, se iniciou intensa troca de tiros com os bandidos.

Um dos suspeitos baleados morreu em frente ao comércio, enquanto seu comparsa conseguiu fugir. "O policial foi ferido no ombro. Contra a esposa, o disparo passou de raspão na região da cabeça", contou os policiais que atenderam a ocorrência. “Em princípio a ação resultaria com mais duas vítimas da famosa ‘saidinha de banco’. Porém, o assalto foi frustrado porque o casal era de policiais", finalizou a tenente Kelly.

Por pouco

Enquanto o casal de policiais e os bandidos trocavam tiros, motoristas e pedestres passaram momentos de desespero. O carro de um técnico foi atingido por um disparo. "Por graça divina o tiro pegou no motor. Nós (família) passávamos no exato momento do tiroteio, e percebemos que o carro parou repentinamente. Quando fomos olhar, vimos um furo na lataria".

Policiais Militares (PMs) foram chamados e até o fechamento desta matéria não haviam divulgado se o segundo ladrão havia sido detido.

Com base nas características passadas e o sistema de monitoramento da empresa, a polícia espera que o criminoso seja localizado rapidamente.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias