Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 19 de outubro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/10/2018
Costa Rica
MRV - CONQUISTE SEU APÊ
PMMC OUTUBRO - MOGI + ROSA
PMMC OUTUBRO -  EDUCAÇÃO
PMMC - SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Em Itaquá

Polícia fecha cerco contra narcotráfico e prende três em menos de 24 horas

Em uma das ações, PM apreendeu cerca de 14 quilos em drogas

Por Marcus Pontes - de Itaquá09 AGO 2018 - 08h54
Em um dos casos, a polícia apreendeu 14 quilos em drogasFoto: Polícia Militar/Divulgação

Em menos de 24 horas, a Polícia Militar deteve três pessoas por tráfico de drogas em regiões distintas de Itaquaquecetuba. Entre as prisões está a de uma mulher apontada como a “gerente do tráfico”. Ao todo, foram mais de 17 quilos de entorpecentes apreendidos. 

A série de prisões se iniciou durante a tarde, na região do Jardim Pinheirinho. O alvo da ação seria um imóvel, o qual era usado para guardar grande quantidade de drogas. Além disso, a polícia tinha informações de que o morador de um condomínio habitacional seria o responsável pelo entorpecente. 
 
Policiais foram ao endereço, mas, o suspeito conseguiu fugir. Ainda assim, foram encontradas 4.217 porções de cocaína, 1517 de maconha e 2250 pedras de crack. No total, os entorpecentes pesaram 14 quilos. 
 
Quase na sequência, outra equipe da PM foi ao bairro Marengo. Nova denúncia apontava para atuação de traficantes na Avenida Afrânio Coutinho. Um homem foi preso e, com ele, foram encontradas 71 porções de cocaína, além de R$ 169. 
 
 
A última ação teve como alvo uma mulher. Os PMs souberam que a suspeita agia como “gerente do narcotráfico” - indivíduo responsável pela administração do narcotráfico local.
 
Na casa dela, os policiais encontraram uma sacola com drogas escondida no guarda-roupa. Nesta ação, 581 pinos contendo cocaína, 201 pedras de crack e 33 porções de maconha foram apreendidas, além de anotações. A ação ocorreu na Vila Ferreira. 
 
Todos os presos deverão passar por audiência de custódia. A Justiça deve definir se ficarão reclusos no sistema carcerário, ou responderão em liberdade. 
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias