Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

4 mil pessoas comparecem ao Feirão do Emprego na Praça dos Expedicionários

02 ABR 2015 - 08h01

Quatro mil pessoas compareceram ao Feirão do Emprego realizado ontem, das 9 às 16 horas, na Praça dos Expedicionários. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Rafael Garcia, por volta das 11 horas, 800 pessoas já havia sido atendidas. Havia diversas agências com variadas oportunidades de trabalho para toda a região do Alto Tietê.

"Estamos passando por um momento de crise no País. Por isso, nós enquanto gestão municipal, devemos desenvolver campanhas mais intensivas de combate ao desemprego e de aproveitamento de mão-de-obra local e é isso que vemos aqui hoje", disse Garcia. A vice-prefeita e dirigente do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), Viviane Galvão, ressaltou que a Feira do Emprego entrou para a lista dos eventos de comemoração do aniversário de Suzano para contemplar todas as classes da sociedade.

O casal Vinicius Paulo Marcondes e Aline Marcondes estava em uma das filas aguardando atendimento. Ele está há um mês desempregado e é técnico em farmácia. Já ela é vendedora e está há dois anos desempregada, por opção, pois deixou o emprego para cuidar do filho. "Para nós mulheres é mais difícil porque, na maioria das vezes, nós deixamos nossa vida profissional para cuidar dos filhos. Quando chega a hora de voltar para o mercado não são todos que aceitam essa condição", comentou.

Ela reforça que, por diversas vezes, recebeu propostas para trabalhar no setor comercial, mas também por conta da família recusou. "Trabalhar de domingo a domingo é difícil quando tem família".

Claudia Maiara Veloso estava a procura do segundo emprego, mas disse afirmou que para quem não tem experiência a dificuldade é maior. "A maioria das vagas pede por um tempo de experiência anterior. Mas como? Se ninguém abre as portas para que possamos adquirir tal conhecimento".

CONSULTORIA

A Associação Comercial e Empresarial (ACE) estava avaliando e auxiliando os currículos de desempregados durante o Feirão. Além disso, os currículos que eram vistos como interessante foram aproveitados e deverão ser entregues às empresas ligadas a entidade.

O evento foi dividido em dois setores: um na Praça dos Expedicionários e outro na própria sede da Secretaria. Na praça, houve duas partes: a fechada, onde ficaram os estandes das agências de emprego, que funcionou por distribuição de senha, e a aberta, onde ficaram as barracas de cursos profissionalizantes. Na secretaria foram realizadas palestras, seleções de empregos, currículos, análise de currículos e pedidos de seguro-desemprego.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias