Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Ações de combate à dengue em Suzano serão intensificadas até novembro

28 MAR 2015 - 08h00

As ações de combate à dengue em Suzano serão intensificadas nos próximos dois meses pela Prefeitura. O objetivo é frear o aumento do número de casos. Nas escolas, os trabalhos de conscientização começaram com peças de teatro, palestras e músicas. As atividades serão desenvolvidas até o mês de novembro. Até agora estão confirmados 26 casos, sendo que oito foram contraídos dentro do município, 14 são importados e quatro estão sendo investigados. Os trabalhos foram desenvolvidos em conjunto com as secretarias de Saúde, Educação, Cultura e de Comunicação Institucional. O foco principal é a prevenção.

No campo educacional, a aposta continua sendo a participação das crianças de Ensino Infantil, das creches, até o Ensino Fundamental. As escolas vão promover palestras, peças teatrais com música e outras atividades. Além disso, os alunos também vão receber um questionário que será preenchido pelos pais. O material deve conter perguntas sobre como é feito o armazenamento de água nos domicílios, quais os cuidados tomados pelas famílias para que não haja ambiente propício para a proliferação do mosquito entre outras.

Tokuzumi explicou que a situação de Suzano não é de epidemia, mas que é preciso intensificar os trabalhos com foco na prevenção a fim de evitar uma situação epidêmica. "Estamos preocupados. Mas a preocupação tem que ser transferida para toda a população de forma que o trabalho seja feito em conjunto. Um dos caminhos mais rápidos é o envolvimento da educação", explicou se referindo à participação dos pais por meio dos alunos.

A estimativa da Prefeitura é a de que sejam envolvidos cerca de 100 mil alunos das entidades particulares, municipais e estaduais. "Para nós esse é o caminho mais próximo até porque o contato deles com os pais e com a comunidade é mais próximo", completou.

Para o secretário-adjunto de Saúde, Romero Lima, o crescente número de casos assusta as autoridades, mas afirmou que a situação de Suzano não é crítica. "É importante que o município esteja integrado no combate à doença. As ações têm objetivo de frear os casos".

O diretor de Vigilância Sanitária e Saúde, Carlos Ferreira, garantiu que o município está preparado para o atendimento da população. De acordo com ele, além dos trabalhos de conscientização e educação que está sendo realizado, o Departamento de Vigilância tem todas as condições para o combate à doença.

A dirigente de ensino de Suzano e Ferraz, Vera Lúcia Miranda, que participou do evento, comentou que desde 2002, as escolas recebem atividades relacionadas à prevenção e que, neste ano, o Programa Escola da Família (PEF) teve grande apoio da sociedade. Os trabalhos devem ser direcionados para Ferraz de Vasconcelos, onde foram confirmados até agora 85 casos.

Ao final do evento, os alunos da Escola Municipal Professor Damásio dos Santos receberam o selo de "Fiscais Mirins".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias