Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 18 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/09/2019
PMMC ENTREGAS
Centerplex 12/09 a 18/08
PMMC CIAS

Alto Tietê registra 107,5 mil metros quadrados de área desmatada por ano

Dados mostram desmatamento na região entre os anos de 2005 e 2017, apontou a entidade

Por Fernando Barreto - da Região09 SET 2019 - 23h55
Há uma grande preocupação com o desmatamento das áreas na regiãoFoto: Divulgação
Dados presentes no portal da 'Fundação SOS Mata Atlântica', mostrou que foram desmatados 129 hectares de mata atlântica na região do Alto Tietê em 12 anos. Cada hectare equivale a 10 mil metros quadrados. Ou seja, 1.290.000 metros quadrados, cerca de 107.500 metros quadrados por ano. Os dados estão presentes na plataforma 'Aqui tem mata?', presente no site da instituição. A fundação contabiliza apenas desmates acima de três hectares.
 
Segundo a plataforma, Mogi das Cruzes aparece em primeiro lugar, com 40 hectares de mata desmatados. A área total de mata atlântica na cidade é de 15.170,40 hectares. Isso equivale a aproximadamente 20 mil campos de futebol. Os picos de desmate na cidade ocorreram em 2008, com um total de 33 hectares, e outro em 2017, com oito hectares desmatados.
 
Em segundo lugar aparece Ferraz de Vasconcelos, com um desmate total de 34 hectares. A área total de mata atlântica na cidade é de 306,01 hectares, o que equivale a 398 campos de futebol, aproximadamente. Os picos de desmatamento ocorreram em 2008, com 14 hectares desmatados, em 2011 com nove hectares e em 2015, com 15 hectares.
 
Em terceiro no ranking aparece Suzano, com 18 hectares desmatados em 2013. Segundo o portal, a área total de mata na cidade é de 2.249,18 hectares, equivalente a três mil campos de futebol.
 
Arujá contabiliza 16 hectares desmatados, sendo 12 hectares em 2005 e quatro hectares em 2014. O tamanho total da área com mata atlântica presente na cidade é de 1.668,08 hectares, equivalente a dois mil campos de futebol.
 
Itaquaquecetuba contabilizou oito hectares desmatados. Sendo quatro hectares em 2012 e mais quatro hectares desmatados em 2017. Biritiba-Mirim aparece com sete hectares desmatados em 2005. Enquanto Santa Isabel contabilizou seis hectares em 2008.
 
Salesópolis, Guararema e Poá não apresentaram desmates acima de três hectares. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias