Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Ayrton Senna tem maior registro de acidentes. SP-31 tem menor índice

17 JUL 2015 - 08h01

A Rodovia Ayrton Senna (SP-70) lidera o ranking de acidentes de trânsito no Alto Tietê. No primeiro semestre deste ano, foram 299 ocorrências. Em comparação com o mesmo período do ano passado, os números mostram um aumento de 5,28% dos casos. Em 2014, foram registrados 284 acidentes. Os dados são da 4ª Companhia de Policiamento Rodoviário, que também avaliou as rodovias Índio-Tibiriçá (SP-31) e na Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra.

O menor índice de acidentes, no primeiro semestre deste ano, foi registrado na Índio-Tibiriçá, em Suzano, onde foram contabilizados 58 acidentes no local. Em 2014, o número foi de 85. O que significa uma queda de 31,76%. Nos primeiros 16 dias deste mês, a SP-31 já registrou três acidentes.

Já na SP-88, o índice cresceu 43,18%, passando de 44 acidentes no primeiro semestre de 2014, para 63 em 2015. No total, as três rodovias registraram 420 acidentes neste ano, o que representou 1,69% a mais que em 2014, quando foram contabilizadas 413 ocorrências.

O automóvel é o tipo de veículo que mais se envolve em incidências. E o tipo de acidente mais frequente é o de natureza “choque”. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a imprudência dos condutores é a principal causa dos acidentes.

Em relação à SP-70, que passa por três cidades da região, Mogi das Cruzes, Guararema e Itaquaquecetuba, o índice de acidentes subiu nos trechos das duas primeiras cidades, mas diminuiu na terceira. Em Itaquaquecetuba, foram registrados 187 acidentes, em 2014, e 169, em 2015. Ou seja, uma queda de 9,6%. Em Mogi das Cruzes foram 44 casos, em 2014, contra 68, em 2015. E em Guararema, um total de 53 acidentes, em 2014, e 62, em 2015. O que representa um aumento de 54,5% e 17%, respectivamente.

O número de vítimas dos acidentes de trânsito foi de 125, no primeiro semestre de 2015. O município que apresentou o maior número de vítimas foi Mogi das Cruzes, com 51, seguido por Itaquaquecetuba, com 34. As cidades de Suzano e Guararema tiveram 27 e 13 vítimas, respectivamente.

Vale lembrar que em Mogi das Cruzes são contabilizadas as vítimas da SP-88 e também do trecho da SP-70, que passa pela cidade. No mesmo período do ano passado, o índice foi 20% menor, quando os acidentes nas rodovias deixaram 104 vítimas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias